Zuckerberg não convence Senado e tudo para ler antes de a Bolsa abrir

O CEO do Facebook foi acusado de fazer grossa ao uso indevido de dados de usuários por empresas associadas à plataforma e outras

Por
Clara Cerioni e Gustavo Coltri

access_time

11 abr 2018, 08h10

São Paulo – Leia as principais notícias desta quarta-feira (11) para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

Senado pressiona Zuckerberg em depoimento e o acusa de negligência. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, um senador diz que Facebook faz vista grossa a violação de privacidade.

Inflação quase zero confirma compasso lento da retomada. De acordo com o jornal Valor Econômico, a inflação caiu para quase zero em março, a menor taxa para o mês desde o lançamento do Plano Real, em 1994.

Kroton faz primeira aquisição em educação básica. Reportagem do jornal Folha de S.Paulo diz que a empresa comprou o Centro Educacional Leonardo Da Vinci, em Vitória (ES).

Haddad já discute futuro do PT. O jornal O Estado de S.Paulo revelou que o ex-prefeito de SP participará de uma reunião com Gleisi Hofmann, para discutir a estratégia de comunicação do partido daqui para a frente.

Manutenção de prisão em segunda instância não mudará votos de ministros. Para colunista do jornal Folha de S.Paulo, magistrados contrários à regra devem seguir dando habeas corpus.

Governo decide manter meta de déficit primário de R$ 139 bilhões para 2019. Segundo o jornal Valor Econômico, a meta fará parte do projeto de lei de diretrizes orçamentárias para o próximo ano.

Filhos devem ser os primeiros a visitar Lula na prisão. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, até  agora o ex-presidente só recebeu advogados.

BR Pharma pede desconto de até 95% na dívida. Rede de farmácias, criada pelo BTG Pactual em 2009, está em recuperação judicial e quer pagar apenas uma pequena parte de seu débito de R$ 1,2 bi.

Política e mundo

Coronel intermediou recebimento de propina em nome de Temer, diz MPF. Justiça Federal de Brasília aceitou denúncia por organização criminosa contra coronel Lima e José Yunes, ambos amigos de Temer, e outros envolvidos.

Governo discute rombo primário menor que R$139 bi para 2019. Novo ministro do Planejamento disse que essa definição será feita com a maior prudência possível.

Brasil vai crescer 3% este ano, com redução do desemprego, diz Guardia. Segundo ministro da Fazenda, sensação de bem-estar econômico chegará às famílias brasileiras ao longo dos próximos meses.

Governo pedirá crédito para cumprir regra de ouro em 2019, diz Colnago. Prevista na Constituição, a regra de ouro impede a emissão de dívida para financiamento de gastos correntes.

Marco Aurélio adia julgamento sobre prisão em 2ª instância. Com a decisão, fica adiada eventual análise pelo plenário do pedido de medida cautelar apresentado pelo PEN, que poderia beneficiar o ex-presidente Lula.

CCJ vai analisar PEC que permite prisão após condenação em 2ª instância. Constituição estabelece atualmente que “ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”.

Senadores alteram projeto para impedir brechas na Lei da Ficha Limpa. Debate ocorre em meio ao discurso do PT de que o ex-presidente Lula é pré-candidato à Presidência mesmo após condenação em segunda instância.

PL que manda conflito partidário para a Justiça Eleitoral passa no Senado. Proposta estabelece que julgamentos de questões internas dos partidos caberão ao TSE, aos TREs ou a juizes eleitorais, e não à Justiça comum.

Senado aprova proibição a contingenciamento de verba de fundo de segurança. Contingenciamento tem sido usado como instrumento de ajuste fiscal, para o equilíbrio orçamentário entre as receitas e as despesas públicas.

Ministro do STJ nega recurso de Eduardo Azeredo para suspender condenação. Liminar apresentada pelo ex-governador alegava necessidade de julgamento dos últimos recursos da defesa no Tribunal de Justiça de MG.

Nosso projeto é a candidatura à presidência, afirma Meirelles. Ele acrescentou que tem tido bom desempenho das pesquisas qualitativas, posou sorridente para selfies e foi muito solícito com todos os que o abordavam.

Procuradoria de NY apresenta acusações contra ex-guerrilheiro das Farc. Jesús Santrich, que foi indicado pela antiga guerrilha para ocupar cadeira no Legislativo do país, é acusado de exportar cocaína para os EUA.

Colômbia divulga provas de ligação de ex-guerrilheiro com cartel. Em foto distribuída pela procuradoria é possível ver Santrich reunido com uma pessoa identificada como enviada de cartel mexicano.

Comissão Europeia faz inspeção em empresas de transmissão esportiva. Investigação busca apurar se companhias violaram regras antitruste da União Europeia.

Enquanto você desligou…

Fed anuncia simplificação das regulações bancárias nos EUA. Proposta pode simplificar as regras que obrigam grandes bancos a reter capital na reserva para proteger-se de imprevistos.

Moody’s afirma ratings de B3, Bradesco, Itaú e outros 18 bancos. Ação da agência acompanha a manutenção do soberano do Brasil em Ba2 e a melhora na perspectiva para o país.

Comissão de venda da Eletrobras na Câmara não vota plano de trabalho. Essa foi a quinta tentativa nos últimos 20 dias de se aprovar um plano de trabalho para a comissão.

Após ação do MP, Alunorte anuncia investimento de R$ 100 milhões no Pará. A Alunorte deverá apresentar plano de ação para recuperação da área afetada no prazo de 60 dias.

Vendas do Carrefour Brasil crescem 6% no 1º trimestre, para R$ 12,3 bi. A empresa destaca que o crescimento ocorreu mesmo em contexto de deflação alimentar forte e persistente.

Mexicana Pemex denuncia 100 funcionários ligados a roubo de combustível. Crimes na estatal teriam relação com facções do crime organizado e geraram perdas de US$ 1,642 bilhão

Rumo contesta inclusão da antiga ALL na ‘lista suja’ do trabalho escravo. Empresa, que se fundiu com a All em 2015, considera inserção na lista “totalmente equivocada” e promete recorrer.

Agenda

Nesta quarta-feira no Brasil, saem informações do fluxo cambial estrangeiro. Já nos Estados Unidos, serão divulgados os estoques de petróleo bruto, o núcleo do Índice de Preços ao Consumidor de março e as atas da reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto. Na China, saem os dados de novos empréstimos.

Créditos: Exame