Vasco tem caminho muito complicado para fugir da 4ª queda

O empate com o lanterna Paraná, na noite de segunda (1), manteve o Vasco em apuros no Brasileiro. Mergulhado em crise política e administrativa, o clube flerta com um novo rebaixamento na competição – se isso se confirmar, vai ser a quarta vez que cairá para a Segunda Divisão. A vitória no jogo de Curitiba era fundamental para o time engrenar uma reação. Para torcedores e também comissão técnica e dirigentes, o Vasco desperdiçou dois pontos que muito provavelmente vão fazer falta mais à frente.

Rafael Galhardo, jogador do Vasco, durante partida contra o Paraná

Foto: GERALDO BUBNIAK / Gazeta Press

Além de tantos problemas, como os distúrbios internos, torcida ‘rachada’ e um time fraco, o Vasco tem jogos complicados até o final da competição.

Na próxima terça, vai disputar um clássico do Rio, contra o Botafogo, no Estádio Nilton Santos. Depois, recebe o Cruzeiro em São Januário. Na 30ª rodada, estará em Recife para enfrentar outro adversário direto na luta contra o rebaixamento, o Sport.

Na sequência, serão mais três jogos de alto risco – Internacional, em casa, Fluminense, no Maracanã, e Grêmio, no Sul.

Na 34ª rodada, enfrenta o Atlético-PR em casa. Depois disso, novas pedreiras até a rodada derradeira – Corinthians (f), São Paulo e Palmeiras, ambos no Rio, e, por fim, Ceará, em Fortaleza.

Tudo indica que as partidas contra o São Paulo e o atual líder do Brasileiro devam ter caráter decisivo para os visitantes, o que tornaria a tarefa do Vasco mais delicada. Isso também poderia valer para o confronto com o Ceará, no Castelão, com o time nordestino brigando para não ser rebaixado.

No momento, o Vasco está em 16º na tabela, com 30 pontos. O Vitória abre a faixa do descenso com 29 pontos, seguido pela Chapecoense, 28, Sport, 24, e Paraná 17.

Veja também

Veja os clubes há mais tempo sem o título do Brasileirão

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti

Fonte: PORTAL TERRA – ESPORTES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *