Uruguai rejeita pedido de asilo do ex-presidente peruano Alan García

García estava na embaixada do Uruguai em Lima desde 17 de setembro, com um amparo provisório enquanto o caso era estudado

Por
EFE

access_time

3 dez 2018, 13h23

Montevidéu – O governo do Uruguai rejeitou o pedido de asilo do ex-presidente perano, Alan García, informou nesta segunda-feira o presidente uruguaio Tabaré Vázquez.

García estava na embaixada do Uruguai em Lima desde 17 de setembro, com um amparo provisório enquanto o caso era estudado.

A decisão tomada pelo presidente do Uruguai e pelo ministro de Relações Exteriores do país, Rodolfo Nin Novoa, se baseou em “considerações estritamente jurídicas” e no extenso relatório enviado pelo governo peruano, de cerca de mil páginas. Além disso, Vázquez indicou à imprensa, que o caso “não é perseguição política” e acrescentou que “os três poderes do Estado operam de forma autônoma e livre no Peru, especialmente o Poder Judiciário”.

García é investigado no escândalo de pagamento de propinas da Odebrecht. Como mora em Madri desde 2016, no sábado, ele foi proibido por um juiz de sair do Peru por 18 meses, enquanto as investigações acontecem. O ex-presidente concordou, mas horas depois solicitou asilo diplomático ao Uruguai argumentando perseguição política.

http://platform.twitter.com/widgets.js(function(d){var id=”facebook-jssdk”;if(!d.getElementById(id)){var js=d.createElement(“script”),ref=d.getElementsByTagName(“script”)[0];js.id=id,js.async=true,js.src=”https://connect.facebook.net/pt_BR/all.js”,ref.parentNode.insertBefore(js,ref)}})(document)

Fonte: Exame

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *