Trump promete “punição severa” para a Arábia Saudita se Khashoggi tiver sido morto

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse em entrevista à CBS neste sábado que haverá “punição severa” para a Arábia Saudita se o jornalista saudita Jamal Khashoggi, que está desaparecido, tiver sido morto no consulado saudita em Istambul.

Khashoggi, um crítico proeminente de Riad e residente legal dos Estados Unidos, desapareceu no dia 2 de outubro depois de visitar o consulado.

“Vamos chegar ao fundo e haverá punição severa”, disse Trump.

Perguntado se o príncipe saudita Mohammed bin Salman deu ordem para matá-lo, Trump disse que “ninguém sabe ainda, mas provavelmente seremos capazes de descobrir”. Trump acrescentou em trechos da entrevista ao “60 Minutes”, que vai ao ar no domingo, que “ficaríamos muito chateados e com raiva se tiver sido este o caso”.

Trump disse que há muito em jogo com o caso de Khashoggi, “talvez especialmente” porque ele é um repórter.

Mas Trump sinalizou que cortar as vendas militares dos EUA para o reino pode não ser uma opção, dizendo: “Eu não quero prejudicar os empregos”.

Fontes turcas disseram à Reuters que a avaliação inicial da polícia é que Khashoggi foi deliberadamente morto dentro do consulado.

Riad negou as acusações.


Reuters – Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

Fonte: PORTAL TERRA – NOTÍCIAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *