TODO dia é uma oportunidade de fazer MELHOR

“Tu és arquiteto do teu próprio destino. Trabalhe, espere e ouse.” – Ella W. Wilcox, escritora estadunidense

Quando frequentava as aulas da faculdade, uma das primeiras lições que aprendi, estudando o tema comportamento organizacional, foi que as pessoas são movidas por três forças: medo, desejo e necessidade. Essas forças são tão poderosas, que, por exemplo, só é possível obter a cooperação dos colaboradores envolvidos em uma missão quando se trabalha adequadamente a questão dos desejos deles. Além disso, qualquer um de nós só muda pra valer quando corre riscos ou tem belos sonhos para perseguir.

Em qualquer longa jornada cujo objetivo seja a concretização de um sonho, não podemos ignorar o que dizia Charles Darwin: “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”. A lição se aplica à luta por um bom cargo público: vence quem é imparável, vence quem tem pensamentos positivos, vence quem tem uma boa perspectiva das situações-problemas enfrentadas, vence quem não desiste, vence quem ousa e faz diferente, saindo da zona de conforto e arriscando mais.

Na busca por algo valioso, necessário, importante ou útil, precisamos estar atentos para não permitir que o passado e seus traumas ou recordações estraguem a beleza de viver intensamente o hoje, o momento, o instante, o minuto, o segundo. O concurseiro, em particular, visionário que é, deve, sim, pensar no futuro e mirar a estabilidade financeira, e sempre com paz na consciência, ciente de que está fazendo por merecer, trabalhando arduamente, dedicando-se de corpo e alma aos estudos e fazendo sacrifícios.

Levar a vida olhando pelo retrovisor é perda de tempo, meu amigo. Por outro lado, seguir a jornada olhando sempre para a frente e usufruindo de cada instante que a vida oferta é essencial. O passado tem de servir para nos lembrar de como nos tornamos fortes hoje e do quão mais fortes podemos ser no futuro. Tudo é uma questão de convencimento, de assimilação dessa verdade. Não há segredo.

Recorde com carinho tudo de bom que aconteceu; reserve para as boas memórias um lugarzinho na alma, no coração. Mas não se prenda a elas; aprenda com elas.

Por isso, dê valor ao momento que você está vivendo agora. Aproveite cada segundo de convivência com pessoas positivas, alegres, animadas, daquelas que carregam belos sonhos e um enorme sorriso, que têm energia, garra e força de vontade. O passado? Esse ficou para trás. Você já não está mais nele, já não vive mais lá. Viveu, e pronto. O momento presente é quando tudo acontece. Então, por favor – pelo amor de Deus! – dê o devido valor às boas lembranças, e só. Recorde com carinho tudo de bom que aconteceu; reserve para as boas memórias um lugarzinho na alma, no coração. Mas não se prenda a elas; aprenda com elas. As lições do passado têm uma utilidade muito valiosa, especialmente para um concurseiro que esteja na estrada há algum tempo: elas nos impedem de cometer erros semelhantes aos cometidos no passado.

“Quem vive de passado é museu, quem vive de futuro é cartomante e quem vive de ilusões é mágico”. A frase, de autoria desconhecida, embute uma verdade indiscutível. Já que não é possível mudar ou apagar o passado, que tal deixar pra lá tudo de ruim que aconteceu? Que tal manter apenas como más recordações as intrigas e as pessoas nocivas que cruzaram o seu caminho? E que tal começar a pensar positivo e nas coisas boas que lhe reserva o futuro?

Não há discurso motivacional nem histórias inspiradoras que consigam produzir algum efeito sem a decisão – que apenas você pode tomar – de estar no controle. Só tomando as rédeas do seu destino, você pode chegar aonde quiser.

Conheço muita gente que ainda vive no e do passado. São pessoas que se esquecem de viver o hoje, se esquecem de agir e – o mais grave – de enfrentar os obstáculos que se interpõem em seu caminho. Já publicamos um artigo no qual explicamos que “A responsabilidade é SEMPRE sua!” (responsabilidade-e-sempre-sua/” target=”_blank” rel=”noopener”>Confira aqui). Sei que é difícil escutar isso, porém entenda que, quando se trata de como encarar a vida, só há duas opções: ou você acredita que, no fim, tudo depende de você mesmo, ou se torna refém das circunstâncias e de terceiros. Acredito que a primeira opção é muito mais produtiva e animadora. Não há discurso motivacional nem histórias inspiradoras que consigam produzir algum efeito sem a decisão – que apenas você pode tomar – de estar no controle. Só tomando as rédeas do seu destino, você pode chegar aonde quiser.

Às vezes, quando alguém me fala do seu passado, consigo predizer com boa chance de acerto como será o seu futuro. Regra geral, quem tem uma história de luta, de sacrifícios, de ousadia, de esforço, de fracassos seguidos de acertos, de persistência, enfim, tende – natural e merecidamente – a desfrutar de um destino glorioso. Um dos segredos para essa conquista é saber comemorar pequenas vitórias, pequenas conquistas, pequenos prazeres.

Amigo leitor, é preciso entender que o veículo que guiamos no passado não nos levará a lugar nenhum nem hoje nem amanhã. Não podemos entrar no círculo vicioso de lamentar, e lamentar, e lamentar o que fizemos ou deixamos de fazer ontem.

Fico muito triste quando encontro uma pessoa completamente presa ao passado e atormentada pelo medo do futuro. Fico cabisbaixo porque sei que pessoas assim costumam deixar o presente fugir-lhes das mãos. Não vivem, na verdade, em tempo algum, em momento algum. Amigo leitor, é preciso entender que o veículo que guiamos no passado não nos levará a lugar nenhum nem hoje nem amanhã. Não podemos entrar no círculo vicioso de lamentar, e lamentar, e lamentar o que fizemos ou deixamos de fazer ontem. Fizemos o que poderia ser feito, o que era necessário, e deixamos de fazer o que não convinha – ou ao menos não parecia convir. O poder de não entrar nessa vertigem autodestrutiva vem das boas escolhas feitas no presente. Daí a importância de agir com sabedoria no agora.

A neurocienstista Carolina Leaf afirma que, a cada manhã, quando acordamos, novas células-bebês nascem com a possibilidade de aprender e, consequentemente, de nos reinventar. A verdade é que todo dia é uma oportunidade para fazermos diferente. No entanto, infelizmente, muitas vezes o espetáculo a que assisto é protagonizado por pessoas remoendo o passado, que – fato! – não pode ser alterado.

Depois de ler este artigo, espero que esse não seja mais o seu caso.

Se esta mensagem tiver inspirado em você uma transformação, registre nos comentários: “Aproveitei o dia de hoje para fazer melhor!”.

 

Bons estudos e GRAN sucesso,

“Uma vida é uma obra de arte. Não há poema mais belo que viver em plenitude.” – Georges Clemenceau, estadista francês

PS: Siga-me (moderadamente, é claro) em minha página no Facebook e em meu perfil no Instagram. Lá, postarei pequenos textos de conteúdo motivacional. Serão dicas bem objetivas, mas, ainda assim, capazes de ajudá-lo em sua jornada rumo ao serviço público.

Mais artigos para ajudar em sua preparação:


wp-content/uploads/2017/03/Gabriel.png”>Gabriel Granjeiro – Diretor-Presidente e Fundador do Gran Cursos Online. Vive e respira concursos há mais de 10 anos. Formado em Administração e Marketing pela New York University, Leonardo N. Stern School of Business. Fascinado pelo empreendedorismo e pelo ensino a distância.

 

 




http://platform.twitter.com/widgets.jshttp://platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Crédito:

Gran Cursos Online

BAIXE O MATERIAL DE ESTUDO CLICANDO AQUI!