Tesla entrega 200 mil carros e incentivo fiscal deve cair para compradores

Sob reforma tributária aprovada pelo Congresso dos EUA no final de 2017, incentivos na forma de créditos fiscais diminuem custo de veículos elétricos

Por
Nick Carey e Sonam Rai, da Reuters

access_time

12 jul 2018, 16h11

A Tesla entregou 200 mil carros elétricos para compradores nos Estados Unidos, disse um porta-voz da montadora nesta quinta-feira, e consequentemente seus créditos fiscais começarão a ser reduzidos, enquanto rivais como a Mercedes-Benz, BMW e Audi levarão modelos elétricos ao mercado com incentivos fiscais maiores.

Sob a reforma tributária aprovada pelo Congresso norte-americano no final de 2017, incentivos financeiros na forma de créditos fiscais que diminuem o custo de veículos elétricos estão disponíveis para os primeiros 200 mil veículos vendidos por uma montadora. O crédito tributário é então reduzido em 50 por cento a cada seis meses até que seja eliminado totalmente.

A partir de 1º de janeiro do próximo ano, o crédito fiscal de 7.500 dólares cairá para 3.750 dólares em meados do ano, disse a Tesla em seu site.

A General Motors também enfrentará o mesmo problema da Tesla em um futuro próximo, já que espera atingir a marca de 200 mil com a venda dos modelos Chevrolet Bolt EV, o subcompacto totalmente elétrico Chevrolet Spark e o híbrido elétrico Chevrolet Volt.

A redução de créditos fiscais é visto como uma desvantagem para a Tesla e GM em relação aos novos entrantes no mercado, cujos primeiros 200 mil modelos se qualificarão para um crédito fiscal total.

A GM vendeu aproximadamente 184 mil veículos elétricos ou híbridos até junho, de acordo com o site insideevs.com, que monitora as vendas de veículos elétricos.

Um porta-voz da GM não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

No início deste ano, em meio a preocupações de que poderiam perder os incentivos fiscais federais, alguns compradores potenciais do sedã Model 3, da Tesla, começaram a buscar alternativas, incluindo o Bolt, da GM, segundo publicações de possíveis compradores de Tesla em sites e entrevistas com representantes da GM.

Tanto a GM quanto a Tesla estão fazendo lobby no Congresso desde o ano passada, na esperança de conseguir alterar a legislação tributária para continuarem a usufruir do crédito tributário, mas até agora não tiveram sucesso.

 

(function(d){var id=”facebook-jssdk”;if(!d.getElementById(id)){var js=d.createElement(“script”),ref=d.getElementsByTagName(“script”)[0];js.id=id,js.async=true,js.src=”https://connect.facebook.net/pt_BR/all.js”,ref.parentNode.insertBefore(js,ref)}})(document)

Fonte: Exame

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *