Taberna Ibérica em Floripa em rodízio de bacalhau às sextas

Na terra dos frutos do mar frescos, o bacalhau também tem vez. O Taberna Ibérica, no centro de Floripa, é um dos maiores nomes da cidade quando o assunto é comida portuguesa e mediterrânea.

Além do cardápio extenso, com 14 pratos a base de bacalhau, o restaurante também oferece o cobiçado rodízio das sextas-feiras, quando são servidos cinco opções da casa que levam o peixe importado da Noruega, ao custo de R$ 79 por pessoa. Outro ponto forte do restaurante é a vista, de frente para a Ponte Hercílio Luz, considerada cartão-postal de Florianópolis.

CONHEÇA O BOM GOURMET: NOTÍCIAS DE GASTRONOMIA, RECEITAS, DICAS E MUITO MAIS

Bacalhau à moda Sofia. Foto: Leonardo Almada/Divulgação

No Taberna, o bacalhau é feito com a espécie de peixe gadus morhua, conhecido no Brasil como “bacalhau do Porto”. O segredo do sucesso suas receitas, segundo o chef e proprietário Anderson Antônio, está na dessalga do pescado, que precisa ser feita em ambiente refrigerado e exige a troca de água, pelo menos, quatro vezes. “O resto está na qualidade dos ingredientes, como o azeite, e nos temperos”, explica o chef.

Do cardápio, o prato mais pedido pelos clientes é o que leva o nome do restaurante. A iguaria é composta de lombo de bacalhau levemente selado em azeite de boa qualidade, que em seguida vai ao forno com batatas cortadas em meia lua, coberto de cebola e mais azeite.

>> Do aperitivo ao prato principal: 51 receitas com bacalhau para a Páscoa

Outra opção que costuma emocionar os olhos e as pupilas gustativas é o bacalhau à Sofia. Trata-se de um gratinado de bacalhau desfiado com batatas, cebola, ovo cozido, que também leva um molho branco e natas cremosas.

Os fãs dos tradicionais bolinhos de bacalhau não vão se decepcionar, já que eles também foram lembrados no menu do Taberna Ibérica. Aqueles que não simpatizam com o pescado salgado podem escolher entre massas, camarões, polvo, garoupa, além de pratos onde as estrelas são o coelho, filé mignon, o cordeiro e outras proteínas.

Inaugurado em 2011, o Taberna Ibérica é comandado pelo chef paranaense Anderson Antônio, que nasceu em Paranavaí e cresceu em Foz do Iguaçu. A curiosidade pela cozinha surgiu ainda na infância, quando observava a mãe no fogão. Aos 24 anos, quando já tinha o próprio restaurante, resolveu fazer uma viagem à Europa, onde acabou ficando por 11 anos. Em Portugal, fez um curso técnico em gastronomia e atuou em vários restaurantes. No estabelecimento de Floripa, é possível sentir todo o sabor das experiências vividas pelo chef.

Serviço: Rua Felipe Schmidt, 1333 – Centro. Florianópolis/SC. Funciona de segunda a sexta de 18h às 0h. Sábado de 12h às 15h e das 18h às 0h. No domingo de páscoa estará aberto excepcionalmente. Telefone: (48) 3225-0913.

LEIA TAMBÉM:

>> Conheça a pachola, o prato típico paranaense para comer na véspera da Páscoa

>> O jeito certo de assar o peixe inteiro

Créditos: Bom Gourmet – Gazeta do Povo

%d blogueiros gostam disto: