Rina Sawayama: a diva acessível

Divulgação
Quem é Rina Sawayama? Vem saber mais sobre a cantora Próxima Ver mais fotos

Quem é Rina Sawayama? Vem saber mais sobre a cantora

J-pop? Não: Rina Sawayama nasceu no Japão mas se mudou pra Londres aos 5 anos de idade. Ela tem um diploma de ciências políticas da Universidade de Cambridge, aliás, mas o negócio dela é cantar: lançou o primeiro single solo em 2013, o “Sleeping in Walking”, mas começou a bombar mesmo entre 2016 e 2017, com um som que tem gosto dos anos 90-00, meio nostálgico, misturando eletrônica e principalmente R&B.

Veja também: de onde é o macacão da Anitta de “Indecente”?

O álbum “Rina“, que saiu em 2017, começa com “Ordinary Superstar”, em que ela diz “I’m just an ordinary superstar / So far but always hanging where you are” (“sou só uma superestrela comum até agora mas sempre circulando onde você está”). Que diva acessível! <3 Também tem “Cyber Stockholm Syndrome”, sobre a qual ela explicou em entrevista: “Vejo o ato de assumir uma relação positiva com o nosso eu online como um ato de autopreservação e afronta. Nesses tempos, o mundo digital pode oferecer redes de suporte vitais, vozes solidárias, refúgio, fuga. Marginalizados ou pessoas com ansiedade social como eu podem, de verdade, serem livres. É sobre isso que ‘Cyber Stockholm Syndrome’ fala: pessimismo, otimismo, ansiedade e liberdade“.

Confira: 10 lições de estilo que aprendemos com Lana del Rey, a diva tumblr

No estilo, Rina também curte uma vibe anos 90, mas ela é mais da turma da montação. Chama atenção as suas maquiagens com sombra colorida e o seu cabelo, que agora está vermelhão tomate mas já esteve vermelho claro, tipo laranja desbotado. Entre as marcas que a cantora usa está a italiana GCDS, sigla pra God Can’t Destroy Streetwear (Deus não pode destruir o streetwear). Veja mais na galeria, é só clicar na foto!

Tags: anos 00  anos 90  cabelo  era digital  GCDS  Japão  Londres  maquiagem  montação  música  música eletrônica  nostalgia  Pop  R&B  Rina Sawayama  sombra colorida  vermelho

Créditos: Lilian Pacce

%d blogueiros gostam disto: