Racing vive ótimo momento na Argentina

Melhor ataque, segunda defesa menos vazada e time do artilheiro: o Racing Club vive um grande momento no Campeonato Argentino. Adversário do Corinthians desta quinta-feira, na partida de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana, o clube de Avellaneda é o líder do Campeonato Argentino com 42 pontos conquistados em 18 partidas.

Com 10 pontos de vantagem para o Boca Juniors, atual campeão e terceiro colocado, a Academia tem como principal virtude o equilíbrio, já que marca muitos gols e sofre poucos. O time, comandado por Eduardo Coudet há pouco mais de um ano, possui o melhor ataque da competição com 32 tentos em 18 partidas.

Esse ótimo desempenho ofensivo está ligado à maneira encontrada por Coudet para escalar os três centroavantes que possui em seu elenco: Darío Cvitanich, Jonathan Cristaldo, ex-Palmeiras, e Lisandro López, ex-Internacional. Diante de bons nomes para o comando de ataque, o treinador “adaptou” o time para jogar com duas referências, na maioria dos jogos Cristaldo e López como titulares e Cvitanich vindo do banco de reservas.

López, entretanto, destoa dos três, já que vive grande fase, é o artilheiro do Campeonato Argentino e, assim, o grande responsável pelo ótimo desempenho ofensivo do time. Em 16 partidas, o experiente atacante de 35 anos tem 14 gols. O trio, ao todo, soma 24 tentos na competição, números que superam ataques de 19 dos 26 clubes que disputam a elite nacional.

O ataque, contudo, não é o único ponto forte, longe disso. Vazada apenas 12 vezes em 18 partidas, a equipe de Coudet possui também a segunda melhor defesa da competição, perdendo apenas para o Defensa y Justicia (11), com quem divide a ponta do Campeonato Argentino. Dentre os nomes que fazem parte constantemente dos 11 iniciais do setor defensivo, dois são velhos conhecidos do torcedor brasileiro: Eugenio Mena, ex-São Paulo, Cruzeiro e Santos, e Alejandro Donatti, ex-Flamengo.

apostilas em pdf opção

Com tamanho equilíbrio entre ataque e retaguarda, o Racing detém outras marcas expressivas no Campeonato Argentino, como o desempenho fora de casa. Longe do El Cilindro, o time é o segundo em número de pontos conquistados (19). Dentro de seus domínios, por outro lado, é o primeiro, com 23. Vale a pena elucidar que o poder de fogo é melhor jogando como visitante do que mandante (18 a 16).

Apesar do ótimo momento vivido dentro das quatro linhas, o Racing teve que lidar com um problema extracampo recentemente. Na derrota para o River Plate, no último final de semana, Centurión, ex-São Paulo, empurrou o treinador Eduardo Coudet quando recebia instruções à beira do campo antes de entrar na partida. Em decisão conjunta entre técnico, presidente e diretoria, o atacante foi afastado do elenco na segunda-feira e pode até ser dispensado.

Agora, focado na Copa Sul-Americana, o Racing busca repetir o feito de 2017, quando eliminou o Corinthians nas oitavas de final da competição continental. Brasileiros e argentinos fazem a partida de ida da primeira fase da atual edição do torneio nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), na Arena.


Gazeta Esportiva

Fonte: PORTAL TERRA – ESPORTES

Download Estrategia Concursos PDF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *