Por que o Marrocos é o investimento mais quente da África

O ranking aparece na edição 2018 do Índice de Investimento da África (AII), divulgado no final de março pelo Quantum Global Research Lab

access_time

14 abr 2018, 08h00

São Paulo – O Marrocos é o país da África mais promissor para investimentos de médio prazo, seguido de Egito e Algéria.

O ranking aparece na edição 2018 do Índice de Investimento da África (AII), divulgada no final de março pelo Quantum Global Research Lab, o braço de pesquisa de um grupo privado de investimento.

Os 54 países do continente foram analisados por uma série de indicadores em 6 dimensões: crescimento, liquidez, risco, ambiente de negócios, demografia e capital social.

O Marrocos é a quinta maior economia do continente, o que já lhe dá uma posição de destaque, complementada por outros fatores como baixo risco e um ambiente de negócios receptivo.

“O Marrocos tem sido consistente na atração do fluxo de capital estrangeiro, especificamente nos setores bancário, de turismo e de energia e pelo desenvolvimento de sua indústria“, diz Mthuli Ncube, diretor da Quantum, em nota.

O Egito, segunda maior economia africana, subiu uma posição no ranking e atingiu a vice-liderança puxado por boa liquidez e níveis mais saudáveis de dívida externa e de conta corrente.

Ncube nota que a recuperação no preço das commodities ajudou países como Angola e Nigéria, grandes produtores de petróleo, a sair de recessões e com isso atrair mais atenção dos investidores.

Outros países como Suazilândia, Ruanda, Chad e Serra Leoa também se destacam pela escalada no ranking enquanto Tunísia, Zimbábue, Moçambique chamam a atenção pela queda de posições.

De forma geral, o investimento estrangeiro direto na África decepcionou em 2016, último ano para o qual há dados consolidados, caindo para apenas US$ 59 bilhões – apesar da perspectiva ser mais positiva para o futuro próximo.

A maior fonte deste investimento é os Estados Unidos, seguido por Reino Unido, França, China e África do Sul.

Veja quais são os 10 países africanos mais promissores para o investimento:

  1. Marrocos
  2. Egito
  3. Algéria
  4. Botsuana
  5. Costa do Marfim
  6. África do Sul
  7. Etiópia
  8. Zâmbia
  9. Quênia
  10. Senegal

E os 10 países que ficaram nas últimas posições (do pior para o melhor):

  1. República Centro-Africana
  2. Libéria
  3. Somália
  4. Eritreia
  5. Guinea Equatorial
  6. Gambia
  7. Serra Leoa
  8. Guiné
  9. São Tome e Príncipe
  10. Zimbábue

Créditos: Exame

%d blogueiros gostam disto: