Polícia proíbe armas perto da Casa Branca durante protesto supremacista

A manifestação coincide com o primeiro aniversário da trágica passeata de Charlottesville, na Virgínia, que terminou com três mortes

Por
EFE

access_time

12 ago 2018, 15h05

Washington – A polícia municipal de Washington proibiu o porte de armas de fogo nas ruas próximas à Casa Branca, onde neste domingo haverá uma manifestação de grupos supremacistas brancos que será observada por um forte esquema de segurança.

A manifestação coincide com o primeiro aniversário da trágica passeata de Charlottesville, na Virgínia, que terminou com três mortes.

Segundo constatou a Agência Efe, a polícia instalou em placas e semáforos próximos à Casa Branca cartazes brancos nos quais se adverte que “todas as armas de fogo” estão proibidas a uma distância de 30 metros de cada letreiro.

O porte de armas é protegido nos EUA pela Segunda Emenda da Constituição, mas as autoridades dos 50 estados e do Distrito de Columbia podem definir restrições.

Na capital americana é proibido portar pistolas em lugares públicos, como estádios, hospitais ou no transporte público, assim como nos arredores da Casa Branca e na esplanada verde do National Mall, onde se encontra a maior parte dos monumentos e museus.

Os organizadores da manifestação preveem que cerca de 400 pessoas se juntem ao ato nesta tarde no Parque Lafayette, em frente à Casa Branca, segundo descreve a permissão solicitada à Câmara Municipal por Jason Kessler, organizador da trágica passeata “Unir a Direita” realizada em Charlottesville.

Para garantir a segurança, a polícia municipal proibiu o aceesso dos pedestres à esplanada que se situa em frente à mansão presidencial, de modo que os manifestantes terão que ficar dentro do Parque Lafayette. Além disso, a Casa Branca e os seus edifícios de escritórios estão cercados com cercas pretas de um metro de altura.

Nos acessos das ruas que cercam a mansão presidencial há diversas viaturas, enquanto nas esquinas se concentram agentes locais vestidos de azul e com coletes amarelos, assim como membros do Serviço Secreto, de preto e com coletes à prova de balas.

(function(d){var id=”facebook-jssdk”;if(!d.getElementById(id)){var js=d.createElement(“script”),ref=d.getElementsByTagName(“script”)[0];js.id=id,js.async=true,js.src=”https://connect.facebook.net/pt_BR/all.js”,ref.parentNode.insertBefore(js,ref)}})(document)

Fonte: Exame

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *