Pele macia: três ideias de esfoliantes biodegradáveis para fazer em casa

As misturinhas servem para deixar corpo e rosto macios e livres de células mortas

Por
Marcela Rodrigues (colaboradora)

access_time

12 jul 2018, 19h29 – Publicado em 11 jul 2018, 17h12

A esfoliação é um dos rituais que complementam os cuidados básicos de belezaporque, de tempos em tempos, o corpo passa por uma renovação celular e precisamos eliminar as células mortas que resultam desse processo.

Renovados, corpo e rosto absorvem melhor os ativos presentes na fórmula dos cosméticos – já quem não é fã da esfoliação, pode ganhar uma pele com aspecto craquelado, sem viço e opaco.

Fuja, porém, dos esfoliantes convencionais com microesferas de plástico (em minha última coluna, mencionei a importância de mantermos uma rotina de beleza sem resíduos plásticos). Para evitar levar esse tipo de produto para a casa, fique de olho no rótulo: as partículas nocivas ao meio ambiente mais utilizadas em produtos de higiene pessoal são as de polímeros, sobretudo, o polietileno, o polipropileno, o polietileno tereflalato, o polimetilmetacrilato e até náilon.

Para um consumo mais consciente, você pode optar por marcas que ofereçam composições ecologicamente corretas ou também encontrar soluções na natureza (ou na cozinha de casa!).

Para esfoliar a pele, basta uma fórmula com textura que remova mecanicamente as células mortas – só não vale arranhar ou machucar, claro! E isso conseguimos com a combinação de grãos e cereais.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

Abaixo, três combinações simples, acessíveis (os ingredientes estão na sua despensa) e eficazes. O resultado de toque macio é instantâneo!

Esfoliante 1: fubá + mel (para uma versão vegana, use óleo vegetal)

Esfoliante 2: borra de café + óleo de coco

Esfoliante 3: aveia + água + açúcar cristal

Como fazer: não se apegue muito às medidas. Crie uma pastinha homogênea, cremosa e que fique áspera. Leve para o banho e, lá, aplique no rosto e no corpo em movimentos circulares. Remova com água morna.

Cuidado extra: essas receitas são feitas com ingredientes frescos, e, por isso, são de uso imediato. Não guarde o que sobrar, pois a mistura pode estragar. Minha dica é fazer pequenas quantidades (de acordo com sua necessidade) para não desperdiçar nada.

Marcela Rodrigues, da coluna Beleza Consciente

 (@anaturalissima/Reprodução Instagram)

Marcela Rodrigues é jornalista, consultora em beleza natural, instrutora de ioga, aprendiz de curandeira e entusiasta de uma vida holística e slow – mesmo morando na capital paulista! É autora do portal a Naturalíssima, sobre autocuidado e estilo de vida consciente | @anaturalissima

https://platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Fonte: Revista Boa Forma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *