Novidades! – solicitação teve novas movimentações no Planejamento! Confira aqui!

A Polícia Rodoviária Federal (Concurso PRF) tem urgência na abertura de novo concurso!

Concurso PRF terá autorização publicada em breve no DOU!

Atenção concurseiros(as)! A portaria para realização do novo concurso Polícia Rodoviária Federal passou por diversos andamentos no Ministério do Planejamento Desenvolvimento e Gestão e encontra-se atualmente no Departamento de Provimento e Movimentação de Pessoal no MPDG.

Com a nova movimentação do pedido, aumenta a expectativa de publicação da portaria autorizativa que foi anunciada pelo Ministro da Segurança, Raul Jungmann, para publicação até o mês passado.

Na tarde da terça-feira, 10 de julho, o concurso foi reaberto no gabinete do ministro, remetido a Secretaria de Gestão de Pessoas, passou pelo Departamento de Legislação e Provimento de Pessoas e chegou a Coordenação Geral de Concurso e Provimento de Pessoal, sendo remetido para o Departamento de Provimento de Pessoal onde se encontra atualmente.

Portaria PRF teve diversas movimentações nos últimos dias

Concurso PRF solicitação passou por diversos andamentos nos últimos dias

Edital do concurso PRF pode ser publicado no segundo semestre

De acordo com informações da própria PRF a publicação da portaria de autorização do concurso atrasou, contrariando os anúncios de que a divulgação da portaria autorizativa aconteceria até o dia 15 de junho, como consequência, a publicação do edital do concurso PRF deverá acontecer apenas no segundo semestre de 2018. Apesar disso, o pronunciamento do Ministro da Segurança Pública é de que a data limite para publicação aconteça ainda em junho.

No entanto, não há uma data específica para divulgação da portaria. A FenaPRF ainda busca o aumento do número de vagas previstas para o concurso PRF e o Ministério do Planejamento informou não haver um prazo definido para que a publicação ocorra, mas que a publicação deverá acontecer após a definição do quantitativo de vagas.

A Equipe do Gran Cursos Online Blog contactou a Casa Civil, mas ainda não obteve resposta sobre a data de publicação da portaria. A Polícia Rodoviária Federal também não respondeu as solicitações de contato.

Concurso PRF: Mesmo sem autorização, órgão trabalha na elaboração do edital

Os preparativos para a realização do certame estão a todo vapor. De acordo com publicação feita pelo diretor-geral da corporação, Renato Borges Dias, em seu perfil no , o edital já está em fase de finalização e será publicado ainda este semestre.

Uma boa notícia para os concurseiros é que mesmo sem a portaria autorizativa, o órgão já iniciou o processo para contratação da banca organizadora de seu próximo concurso PRF. O anúncio da organizadora deverá ocorrer com a publicação da autorização e a escolha acontecerá por dispensa de licitação.

Diretor-geral da PRF afirma que edital do concurso PRF saíra neste semestre. Reprodução:

Diretor-geral da PRF afirma que edital do concurso PRF saíra neste semestre. Reprodução:

Diretor-geral da PRF informa que o edital do concurso PRF está sendo finalizado e será publicado ainda este ano.

Diretor-geral da PRF informa que o edital do concurso PRF está sendo finalizado e será publicado ainda este ano.

FenaPRF solicitou aumento no número de vagas para concurso PRF

Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) solicitou o aumento no quantitativo de vagas previstas para o concurso a ser promovido pela Polícia Rodoviária Federal (Concurso PRF). A demanda foi apresentada pelo presidente da FenaPRF em reunião realizada no Ministério do Planejamento na última semana.

A solicitação ocorreu pois, de acordo com a federação, o quantitativo de vagas autorizadas não será suficiente para o preenchimento de vacâncias previsto para os próximos anos. O déficit existente é alto, devendo agravar-se com a aposentadoria de quase 2 mil servidores, cerca de metade do quadro atual da PRF.

Segundo o diretor-geral da corporação, Renato Dias, o ideal seriam 3 mil vagas, ainda que o provimento fosse escalonado durante a validade do certame.

A priori, o Planejamento rejeitou o aumento de oportunidades por questões orçamentárias, mas as 500 vagas previstas estão mantidas e a portaria autorizativa deve ser publicada em breve.

A boa notícia é que o orçamento para as convocações contempla 2019 e demais anos em que a seleção estiver válidade. Podendo haver mais convocações além das ofertadas inicialmente.

Para convocação de 3 mil aprovados, a Polícia Rodoviária Federal precisa da aprovação por despachos presidenciais, sendo necessário o adicional de 50% das vagas autorizadas (250 policiais), enquanto as demais seriam liberadas por autorização formal do presidente da República.

Concurso PRF é aguardado ansiosamente

A Polícia Rodoviária Federal também aguarda muito a seleção para policiais (Concurso PRF). Foi isso o que a PRF disse na sua página no . Ao publicar um vídeo, entitulado como “De quem é essa cadeira?”, a corporação informou: “Sim, também estamos ansiosos pelo novo concurso” (veja o vídeo abaixo).

De acordo com o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Renato Dias, os policiais em exercício já estão atuando no seu limite, o que evidencia a importância de uma nova seleção. De acordo com o representante da PRF, o anúncio do novo concurso é uma excelente notícia para a corporação.

Segundo ele, apesar dos excelentes resultados, os profissionais estão cada vez mais sobrecarregados. “Ainda estamos em tratativas com o Ministério do Planejamento para recomposição total de nosso efetivo e também a ampliação do nosso quadro, de maneira que cheguemos mais perto do número ideal de policiais apontado pelo Tribunal de Contas da União”, disse o diretor-geral da PRF.

Ministro garantiu autorização do concurso PRF

Em evento realizado no dia 23 de março, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que o edital-prf/”>edital PRF para contratação de novos policiais rodoviários federais sairá até o fim do ano. O anúncio foi feito em inauguração de uma nova unidade operacional da PRF em Casvavel, no Paraná.

O pedido para realização do concurso PRF deve ter sua autorização publicada já nas próximas semanas. Segundo o setor de comunicação da PRF, é aguardado apenas o aval oficial para início da escolha da banca organizadora.

Segundo declarou o diretor-geral da entidade, Renato Dias, o edital do concurso PRF deverá ser lançado até o fim deste semestre. O certame ganhou força no dia 28 de fevereiro de 2018, quando o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que está autorizado o ingresso de 500 novos policias rodoviários federais.

Renato Dias falou também do desejo de recomposição total do quadro da PRF e voltou a destacar a necessidade de concurso para servidores administrativos.

Em entrevista coletiva, Jungmann afirmou que, entre suas primeiras ações à frente da pasta da Segurança, acionou o Ministério do Planejamento para buscar garantias para a realização do trabalho. “Entramos em contato com o Ministério do Planejamento e ficou definido que teremos zero contingenciamento dos recursos do ministério de Segurança Pública neste ano”, disse o ministro.

 

Urgência Concurso PRF: 373 policiais se aposentaram

Os dados são alarmantes e servem para confirmar a urgência do concurso PRF 2018. Segundo o Painel Estatístico de Pessoal do Ministério do Planejamento, 373 servidores da Polícia Rodoviária Federal se aposentaram em 2017, sem que as reposições necessárias fossem feitas.

Pior do que isso são as previsões de novas saídas. Segundo a corporação, mais 3.227 profissionais poderão se aposentar este ano.

Em 2017, a PRF fechou o ano com mais aposentadorias na Região Sul. Foram, segundo o Planejamento, 100 saídas, o equivalente a 26,38% das aposentadorias em todo o país. Logo depois aparece o Sudeste, com 99 saídas (26,12%). 

No Norte no país, 21 servidores se aposentaram, o equivalente a 5,54%. No Nordeste foram 97 (25,59%) e no Centro-Oeste 62 (16,35%). Para piorar a situação, hoje, além das aposentadorias, o déficit é de mais de 2 mil profissionais.

wp-content/uploads/2018/01/prf-aposentadorias-2017.png”>Aposentadorias faz com que concurso PRF seja realizado com urgência

Aposentadorias faz com que concurso PRF seja realizado com urgência

Concurso PRF: Colapso também é alerta do diretor-geral

A Polícia Rodoviária Federal (Concurso PRF) poderá entrar em colapso, já no próximo ano, caso o governo federal não autorize a realização de novo concurso público. O alerta é do diretor-geral da própria PRF, Renato Antônio Borges Dias.

A insuficiência de efetivo é o grande gargalo das ações operacionais da PRF em todo o Brasil. Atualmente, o seu deficit de pessoal está na casa de 2.800 policiais e, se não for realizado um concurso PRF imediatamente, esse número poderá passar de 4.800 até o fim de 2018. 

A perda, considerada significativa, se dará em decorrência das aposentadorias projetadas para o próximo ano, em torno de 2.053.

Segundo o diretor, além dos prejuízos às suas atividades operacionais, a PRF será obrigada a fechar 124 postos no País. Havendo essas desativações, pelo menos 400 municípios serão prejudicados pela suspensão de policiamento em 18 mil quilômetros de rodovias.

Em julho, algumas  atividades administrativas e operacionais da corporação foram suspensas em razão da falta de pessoal. 

Pedido de concurso PRF

De acordo com informações da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), o pedido do concurso PRF foi feito no fim do mês de julho é para oferta inicial de 2.778 vagas para a carreira de policial rodoviário federal. O pedido é analisado no Ministério do Planejamento (MPDG).

A pretensão da PRF é que ocorra, ainda em 2018, a formação de quatro novas turmas com 800 novos policiais. Na solicitação, o DPRF argumenta que vários servidores se aposentaram nos últimos quatro anos, deixando uma lacuna de quase 3 mil vagas em aberto, o que prejudica a segurança das rodovias.

No mesmo memorando encaminhado ao Planejamento, o Departamento sugeriu que seja autorizada um concurso PRF sempre que o número de vagas exceder a 5% dos respectivos cargos, ou, com menor número, de acordo com a necessidade e critério do Ministério da Justiça. Tal efeito tornaria o processo ainda mais célere e menos burocrático.

A FenaPRF já apresentou estudos que colocam como ideal o efetivo de 15.605 PRFs nas ruas. Atualmente, o efetivo é de 10.320 policiais, bem abaixo do efetivo legal, de 13.098.

Concurso PRF: sobre a Polícia Rodoviária Federal

A PRF é um órgão do Ministério da Justiça e faz parte do Poder Executivo Federal. Apesar de ser uma polícia ostensiva, uniformizada, não é militarizada, ou seja, não submete-se à hierarquia militar.

Sua principal atribuição é realizar a fiscalização e o policiamento ostensivo das rodovias federais, mais conhecidas como BRs.

O concurso PRF já foi encaminhado ao Ministério do Planejamento e, mesmo com a troca de comando no ministério ao qual a Polícia Rodoviária Federal é vinculada, seu prosseguindo está garantido. O aviso 630/2017 foi protocolado ao Planejamento e a autorização do concurso depende da análise da pasta e das negociações políticas por parte da administração da Polícia em questão, que reconhece a necessidade de novos servidores.

Imagem do pedido do concurso PRF protocolado.

Pedido do concurso PRF protocolado.

Renato Dias, novos diretor da Polícia Rodoviária Federal, tem como uma de suas prioridades a realização do concurso PRF. Ele tenta convencer o Ministério da Justiça e do Planejamento a realizar o concurso, segundo um de seus assessores, pois a crise não pode ser impedimento para a estruturação de áreas essenciais como a Segurança Pública.

O certame deverá acontecer o mais breve possível com os esforços dele e de Jesus Caamaño, coordenador geral de recursos humanos da corporação. “A direção da PRF está empenhada em fazer acontecer o concurso e a gestão necessária junto ao Ministério do Planejamento”, garantiu Caamaño, que prepara o edital desde o ano passado, enquanto espera sinal verde para dar seguimento à seleção.

A solicitação de 1.300 vagas pretende não sobrecarregar a Academia Nacional da Polícia Rodoviária Federal, que é capaz de formar 600 servidores por semestre, no entanto, a Academia já foi acionada para um possível aumento de contingente.

O parecer obtido foi o de que seria viável a inclusão de 50 alunos a mais por semestre, permitindo assim o incremento da solicitação do concurso. Ainda assim, a quantidade de vagas pedida permaneceu abaixo da que vinha sendo pleiteada nos últimos anos, que era de 1.500 oportunidades na função.

Atuação dos aprovados no concurso PRF

Os aprovados no concurso PRF atuarão nas rodovias federais e nas áreas de interesse da União.

Desse modo, muitas vezes, a PRF trabalha em parceria com outras instituições, como:

  1. Ministério Público do Trabalho (MPT),
  2. Polícia Federal (PF),
  3. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa),
  4. Receita Federal,
  5. Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), entre outras, cujas áreas de atuações são as mais diversas.

Carreiras do concurso PRF

Existem duas carreiras efetivas para os aprovados no concurso PRF: a de policial rodoviário federal e a de agente administrativo. Os policiais rodoviários federais trabalham executando as atividades fim da PRF, como planejamento de operações, fiscalizações de trânsito, combate à criminalidade. Já os agentes administrativos realizam as atividades meio, que permitem a execução das atividades fim. Como pagamento de folha dos servidores, confecções de documentos, movimentação de processos.

Concurso PRF – O que faz um policial?

Concurserios/as, sabemos que na hora de escolher qual concurso prestar é muito importante conhecer as instituições, os seus devidos campos de atuação e as carreiras e estruturas oferecidas aos candidatos.

Com essas informações, você faz uma escolha mais assertiva entre seus interesses, objetivos, habilidades e o cargo e função pretendidos. Por isso mesmo resolvemos mostrar um pouco do cargo de policial para você.

Afinal, o que faz o policial rodoviário federal?

Campo de atuação: sua atuação é na área de segurança pública.

O que faz: o policial rodoviário federal é responsável pelo ostensivo patrulhamento nas principais estradas e vias federais, a fim de evitar crimes de trânsito e fiscalizar o tráfego nas rodovias.

É trabalho também do policial rodoviário federal o controle e apreensão de cargas irregulares e/ou ilegais que tentam cruzar as fronteiras do país e policiar essas mesmas fronteiras a fim de evitar que tráficos e contrabandos cruzem essas fronteiras.

Requisitos do concurso PRF

Os requisitos do concurso PRF são: possuir o ensino superior completo em qualquer área de formação e carteira de habilitação, na categoria B em diante.

O cargo é aberto a homens e mulheres e proporciona estabilidade, devido às contratações via regime estatutário. A remuneração inicial é de R$ 7.177,91, incluindo auxílio-alimentação de R$ 458. Quem tem filho tem direito, ainda, a auxílio-creche de R$ 321.

Porém o valor passou por reajuste e agora o inicial em 2018 será de R$ 9.043,98, considerando os benefícios acima citados e o abono de R$ 1600 criado. O valor foi reajustado em  + 4,75% em janeiro de 2018 e 4,50% em 2019. 

Dando a largada aos estudos, os candidatos devem ter em mente o quão fascinante é a carreira de Policial Rodoviário Federal, que passou a se estruturar da seguinte forma a partir de 2013, com a sanção da Lei Federal n. 12.775/2012:

Polícia Rodoviário Federal

ESPECIAL

PRIMEIRA

SEGUNDA

TERCEIRA

A ordem deve ser seguida de forma decrescente

Concurso PRF – Atribuições das classes

  • Classe Especial: atividades de natureza policial e administrativa, envolvendo direção, planejamento, coordenação, supervisão, controle e avaliação administrativa e operacional, coordenação e direção das atividades de corregedoria, inteligência e ensino, bem como a articulação e o intercâmbio com outras organizações e corporações policiais, em âmbito nacional e internacional, além das atribuições da Primeira Classe;
  • Primeira Classe: atividades de natureza policial, envolvendo planejamento, coordenação, capacitação, controle e execução administrativa e operacional, bem como articulação e intercâmbio com outras organizações policiais, em âmbito nacional, além das atribuições da Segunda Classe; 
  • Segunda Classe: atividades de natureza policial envolvendo a execução e controle administrativo e operacional das atividades inerentes ao cargo, além das atribuições da Terceira Classe; e 
  • Terceira Classe: atividades de natureza policial envolvendo a fiscalização, patrulhamento e policiamento ostensivo, atendimento e socorro às vítimas de acidentes rodoviários e demais atribuições relacionadas com a área operacional do Departamento de Polícia Rodoviária Federal.

Progressão dos aprovados no concurso PRF

O candidato aprovado no próximo concurso para Policial Rodoviário Federal (Concurso PRF) terá as atribuições da Terceira Classe, mas, além das classes, os candidatos serão postulados a outro título dentro de uma classe, ou seja, ingressarão na Terceira Classe – Padrão I, conforme abaixo:

Tabela de progressão do cargo de Policial Rodoviário Federal, no concurso PRF.

Progressão do cargo de Policial Rodoviário Federal, no concurso PRF.

Entendendo a progressão do concurso PRF

Explicando melhor, cada ano equivale a um padrão. Anualmente, os candidatos que ingressarem no posto de policial serão avaliados e, caso isso ocorra de forma positiva, acontecerá a progressão para o padrão posterior.

Cada classe é composta por padrões e, ao final de alguns anos, os aprovados passarão de uma classe para outra. Isso acontecerá até que se chegue à última classe e ao último padrão, geralmente após 18 anos de trabalho na PRF, quando o servidor fará parte da Classe Especial – Padrão III.

Jornada de trabalho dos aprovados no concurso PRF

Os aprovados no concurso PRF, e todos os outros policiais da carreira, exercem suas atribuições em jornada de 40 horas semanais. A distribuição desse quantitativo se dá em escala de serviço, realizada de forma que se trabalhe 24 horas seguidas com folga de 72 horas, ou seja, trabalha um dia e folga três dias.

Lotação no concurso PRF

Os recém-concursados são lotados, prioritariamente, nas regiões de fronteiras. A necessidade de reforçar a presença da PRF nas fronteiras é outro fator que pode influenciar a autorização do concurso PRF ainda em 2017.

Uma auditoria feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) apontou que o efetivo do departamento na região é insuficiente para combater os crimes de fronteira, cujo prejuízo estimado é de R$ 1 bilhão aos cofres públicos. 

Organizador do concurso PRF

Cespe/UnB deverá organizar novo concurso PRF

O novo concurso PRF – Policial deverá contar mais uma vez com a logística do Cebraspe (antigo Cespe/UnB) para aplicação das etapas iniciais do certame, como provas objetivas, discursivas, exames médicos, TAF e demais.

Como demonstra o histórico, desde 2002 o organizador elabora as provas e demais etapas do certame para a carreira de policial rodoviário federal, com exceção do penúltimo, realizado em 2009 e sob supervisão da FunRio.

Sendo assim, a dica de especialistas é de que os candidatos preparem-se neste momento pré-edital com foco no Cespe. A banca tem um estilo tradicional de cobrança e é temida pelo fato de anular uma questão em caso de erro, exigindo do candidato certeza no momento de marcar um item, sob pena de penalização por “chute”.

Vagas sempre acima da média no concurso PRF

Outro dado importante que trazemos para quem deseja ingressar em uma das corporações mais importantes e respeitadas do nosso país é o histórico de vagas das seleções, sempre acima da expectativa. Com exceção do ano de 2008, todos os outros concursos PRF abertos até hoje tiveram mais de 500 vagas, chegando a mil no último edital e 2,2 mil em 2004.

Déficit da organização justifica o concurso PRF

Existe urgência na realização de concurso PRF, devido ao déficit de pessoal (apontado pelo Tribunal de Contas da União, no caso das fronteiras) e à possibilidade de perda de 40% do efetivo atual (4 mil dos cerca de 10 mil ativos) nos próximos dois anos, em razão de aposentadoria.

O departamento ainda irá nomear 579 aprovados no último concurso PRF, de 2013 (feito pelo Cespe/UnB), porém, o quantitativo será insuficiente para estancar a crise de pessoal do órgão, reconhecida pelo ex-ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Tal déficit é responsável pelo fechamento de diversos postos da polícia em todo território nacional, afirma o ofício enviado ao Ministério da Justiça.

A primeira consequência de tal crise é a impossibilidade de dar cabo do compromisso assumido pelo governo com a Organização das Nações Unidas em diminuir o número de acidentes de trânsito à metade até 2020.

Segundo dados levantados pela nossa equipe, das 151 delegacias de polícia rodoviária federal, 32 (21,19%) possuem menos policiais em escala do que o mínimo exigido para sua própria segurança e mais da metade (87) operam com efetivo abaixo do mínimo.

Inicie seus estudos rumo ao concurso PRF

Diante de todas as explanações, você conheceu um pouco da carreira. E agora, mais do que nunca, deve iniciar seus estudos, pois o concurso PRF sempre atraem quantitativo alto de inscritos. No último, por exemplo, foram mais de 60 mil inscritos e concorrência de 110 candidatos por vaga. O que pode te ajudar neste momento são os estudos pré-edital. Assim, todo conteúdo estará consolidado até a concurso-prf-policial-rodoviario/”>publicação do edital, sobrando tempo para revisar e aprofundar possíveis inclusões.

Resolva as últimas provas do concurso PRF

O concurseiro/a profissional sabe que o que o separa efetivamente da aprovação não são grandes deficiências de conteúdo, nem erros absurdos, mas pequenos detalhes que usualmente são desprezados no dia a dia da preparação. Assim, o concurseiro/a que quer ser aprovado se atém aos mínimos detalhes, e estuda com método, disciplina e planejamento. Um desses métodos é a resolução de provas anteriores do concurso PRF. Acesse abaixo as avaliações dos últimos certames da Anvisa.

Edital verticalizado do último concurso PRF

Além de resolver provas das seleções passadas, o edital do último concurso PRF é base de estudos para os candidatos que iniciam a preparação. A fim de personalizar sua preparação, elaboramos e disponibilizamos gratuitamente o ‘’concurso-prf-policial-rodoviario/”>Edital Verticalizado’’ da seleção de 2013 para o cargo de Policial Rodoviário Federal.

Com ele, você vai poder maximizar seus estudos, pondo fim à falta de organização, e ganhando orientação do que estudar dia a dia. Para ter acesso, basta clicar no link abaixo.

Maratonas de aulas do concurso PRF 

Veja abaixo a maratona de aulas do concurso PRF para você iniciar sua preparação antes da concorrência!

Clique e veja!

Concurso PRF: conheça a carreira

No vídeo abaixo, o professor Vinicius Moraes Godinho explica sua trajetória para conseguir ser aprovado no concurso PRF de 2004. “Estudei por 5 meses e 11 dias. Nos dias de semana, por volta de 4 horas mais as horas de aulas; nos sábados, 8 horas de estudo e no domingo, voltava para 4 horas”, explica.

Vinicius analisa o diferencial da PRF, sua progressão na carreira, “a Polícia Rodoviária Federal é a única polícia da União que tem uma carreira única em que o aprovado sabe que vai entrar como policial de terceira classe e se aposentar como policial especial. Guardada as devidas proporções, é como entrar na Polícia Militar como soldado e se aposentar como coronel sem prestar outro concurso”.

Apesar de obrigatoriamente ter que atuar com a atividade-fim nos primeiros três anos de carreira, há diversas outras áreas possíveis no decorrer da trajetória do concursado, como piloto de helicóptero, batedor, assessor parlamentar e diversas outras áreas.

Veja abaixo a entrevista completa do Concurso PRF!

Detalhes do concurso PRF:

  • Concurso: Polícia Rodoviária Federal (Concurso PRF)
  • Banca organizadora: Cebraspe (provável)
  • Cargos: Policial
  • Escolaridade: Nível superior
  • Número de vagas: 500 (anunciadas)
  • Remuneração: R$ 10 mil
  • Situação: Previsto
  • Previsão p/ publicação do edital: 2018
  • Link do último edital




http://platform..com/widgets.js(function() {
var _fbq = window._fbq || (window._fbq = []);
if (!_fbq.loaded) {
var fbds = document.createElement(‘script’);
fbds.async = true;
fbds.src = “http://connect..net/en_US/fbds.js”;
var s = document.getElementsByTagName(‘script’)[0];
s.parentNode.insertBefore(fbds, s);
_fbq.loaded = true;
}
_fbq.push([‘addPixelId’, ‘1459353050962300’]);
})();
window._fbq = window._fbq || [];
window._fbq.push([‘track’, ‘PixelInitialized’, {}]);
(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect..net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.8&appId=1631300843807094”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘-jssdk’));

Crédito:

Gran Cursos Online

Faça o download do material agora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *