Mulheres estão deixando o salto alto de lado e recorrendo ao tênis

Tendência visa o conforto e a funcionalidade dos acessórios

                      Os saltos altos, por muito tempo, ganharam prestígio de fashionistas ao redor do mundo. O item representa sofisticação e estilo. Uma onda contrária, no entanto, defende o uso de rasteirinhas, saltos baixos e tênis em substituição a esses acessórios.

                       O movimento foi defendido por diversas modelos e profissionais do mercado da moda e foi adotado pelas marcas. Em 2010, houve uma explosão de roupas e acessórios mais confortáveis e funcionais, itens que ficaram conhecidos como sportswear. O casual e o simples passaram a nortear o mercado a partir de então.

                       A premissa das mulheres que defendem o estilo também está calcada no feminismo. O salto alto sempre foi utilizado por mulheres como símbolo de elegância. O que essa tendência indica é que você pode ser bonita mesmo com jeans, camiseta e tênis feminino. Não se trata de abolir o calçado mais alto, e sim mostrar que ele não precisa ser regra para as mulheres. Elas também não têm a obrigação de se mostrarem mais magras e altas do que realmente são.

                       Julia Roberts e Kristen Stewart são duas celebridades que pautaram essa discussão. A segunda, inclusive, pisou descalça no tapete vermelho de Cannes, um lugar que exige a utilização de salto para mulheres. O efeito foi sentido no mercado. De acordo com a empresa WGSN, esses calçados pé no chão já representam 41% de todo o setor no Brasil.

                       Grandes grifes, como Charlotte Olympia, Sophia Webster e Alexandre Birman, se renderam ao estilo e também vendem rasteirinhas, saltos baixos e tênis feminino. Além destas, as marcas esportivas também ajudaram a popularizar cada vez mais os modelos casuais e de passeio. O tênis Nike feminino, por exemplo, está entre os preferidos das fashionistas.  Chinelos de tira grossa, que antes seriam considerados totalmente casuais e para ficar em casa, hoje estão com frequência nos pés das mulheres estilosas.

                       O modelo de chinelo foi inicialmente criado pela adidas para ser utilizado no banho. Em pouco tempo, ganhou atualizações e passou a ser usado em diversos contextos, provando que o conforto pode ser aliado a um estilo cool e fazer parte do look das mulheres. “Acho que voltou porque a moda hoje pede cada vez mais conforto, liberdade e movimento. Não é todo mundo que quer ficar sofrendo montada num salto”, disse a blogueira Magá Moura, grande influenciadora da tendência no Brasil, em entrevista à  revista Elle. “Também uso no frio. Dá para fazer um charme com uma meia divertida. Das combinações, a que mais gosto é com camisetão, fica bem despojado”, complementou.

%d blogueiros gostam disto: