Millennials não sabem cozinhar e com a tecnologia nem precisam

Se você é o tipo de pessoa que gosta de caracterizar os millenials como preguiçosos moradores do porão de casa incapazes de enfrentar sozinhos o mundo real, temos novidades para você. Uma pesquisa comissionada pela Porch.com está repleta de notícias que os haters dos millennials vão amar.

Como o fato de que quase 60% deles não sabem como fazer molho para salada. Mais de 25% se julgam incapazes de preparar um bolo de caixinha. Quando foram apresentados à foto de uma faca de manteiga, somente 63% sabia o que era aquele objeto.

>> Qual é o melhor syrah? Provamos vinhos do Chile e Austrália e comparamos

Os millenials tem hoje cerca de 22 a 37 anos de idade. Foto: Pixabay

Enquanto essas evidências confirmam todos os clichês sobre os millennials – de que são mimados e têm tudo de “mão beijada” –, há mais para se interpretar do que isso. Primeiro de tudo: a idade é um fator importante nas habilidades culinárias. 70% dos baby boomers (nascidos entre os anos de 1946 e 1964 – com mais de 45 anos atualmente) sabem preparar um peru, contra 40% dos millenials – isso é obvio pois os boomers já participaram de muito mais Dias de Ação de Graças.

Essa pesquisa não consegue medir as habilidades reais das pessoas. Os participantes podem estar subestimando ou superestimando seus dotes culinários. Outro ponto a ser considerado é que a pesquisa foi feita somente com 750 pessoas. Um estudo melhor elaborado perguntaria sobre as habilidades culinários dos boomers e da geração X (nascidos entre 1965 e 1981) na idade que os millenials tem hoje – aproximadamente 22 a 37 anos, dependendo de qual definição dessa geração você utiliza.

>> Gaggan é eleito melhor restaurante da Ásia pela quarta vez; veja lista completa

60% dos millenials cozinham com o smartphone ao lado segundo uma pesquisa do Google de 2015. Foto: Visualhunt

Os boomers provavelmente teriam classificado suas habilidades em patamares mais altos quando tinham seus 20 anos do que os millenials. Eles foram ensinados na escola sobre economia em casa, uma disciplina que foi cortada de muitos currículos escolares dos Estados Unidos. Eles se casaram mais cedo, começaram famílias mais cedo e foram responsáveis por cozinhar para outros em uma idade menor. E eles não tinham a internet para ensiná-los como fazer isso – o que pode ter os beneficiado de alguma forma.

>> Manuseio e transporte são as principais causas para desperdício de alimentos

Talvez parte do motivo pelo qual somente metade dos millenials saiba assar um frango é porque sua facilidade com a tecnologia fez com que ficasse mais difícil para eles aprender a cozinhar – mesmo que eles saibam mais sobre alimentos do que seus avós, como da existência de kombucha e quinoa.

A culpa é de um fator chamado de “descarregamento cognitivo” – confiando no Google ou no Pinterest para lembrar uma receita ou técnica para você, ao invés de procurar no seu coração, como afirma o New York Post. “O descarregamento te tira da oportunidade de assimilar conhecimento a longo prazo, o que te ajuda a criar conexões criativas, ter novos insights e aprofundar o conhecimento”, afirmou Benjamin Storm, phD e professor de psicologia na Universidade de Califórnia, ao jornal.

Os millennials e a geração X eram mais propensos a procurar suas receitas na internet que os boomers segundo o estudo. Os millenials afirmaram assistir vídeos de receitas em uma proporção bem maior que as gerações anteriores. Um estudo de 2015 do Google constatou que 60% dos millenials cozinham com o smartphone ao lado. Mas suas pesquisas são incrivelmente básicas. Uma das pesquisas mais populares é “como fazer as melhores batatas cozidas”.

Os millennials se sentem ansiosos sobre sua falta de habilidades. Um estudo canadense descobriu que apenas 31% das pessoas entre 18 e 29 anos se sentem confiantes na cozinha, contra quase 50% dos adultos com mais de 50 anos. Essa falta de confiança pode levá-los a repetir seus hábitos, e cozinhar pratos sem correr riscos. De acordo com um estudo comissionado pela varejista e provedora de serviços britânica Co-Op, um terço dos millenials confiam somente em um punhado de pratos que conhecem bem.

LEIA TAMBÉM:

>> Entenda por que os pães de fermentação lenta viraram mania nacional

>> 10 motivos para ter um growler em casa

Créditos: Bom Gourmet – Gazeta do Povo

%d blogueiros gostam disto: