Lembra do “bate forte o tambor” do Carrapicho? Rússia tem sua versão – Priviet, Rússia!

Vocês se lembram da banda Carrapicho, do Amazonas, que fez certo sucesso na década de 90 e ficou famosa pela música Tic, Tic, Tac?

Aquela canção que falava “Bate forte o tambor”.

Pois bem.

A música lançada em 1996 não ficou restrita às fronteiras brasileiras e cruzou o Atlântico, chegando na Rússia.

Em 1997, foi lançada uma versão em russo da música, com o mesmo ritmo, batida e sonoridade.

Entretanto, a letra (que está traduzida por inteiro ao fim do post) é totalmente diferente e o título traduzindo para português significa: “O Menino quer ir para Tambov”.

Tambov é uma cidade russa localizada a cerca de 460 quilômetros de Moscou.

No clipe, aparecem personagens que lembram integrantes da família Addams.

Durante a música, vai se contando a história de um jovem que quer ir para Tambov, mas naquele dia específico não há um avião nem trem para lá. Daí o “tic, tic, tac”.

E casualmente, em um momento de tristeza, ele encontra um novo amor.

O AUTOR

O responsável pela letra e toda a criação do clipe foi o cantor pop Murat Nasirov, nascido no Cazaquistão, mas que fez toda carreira de sucesso na Rússia.

Nasirov teve uma morte trágica, aos 37 anos, em 2007. Ele cometeu suicídio ao pular da varanda de sua casa.

A morte foi cercada de muito mistério e até suspeita de envolvimento com drogas, mas exames confirmaram que ele não tinha álcool ou narcóticos no organismo. Uma versão não confirmada oficialmente dá conta que ele sofria de depressão.

LATINO JÁ FEZ IGUAL

O cantor brasileiro Latino também copiou uma música para torná-la um de seus hits mais famosos.

A música “Festa no Apê”, lançada em 2005, tem a mesma sonoridade e rimas da canção romena “Dragostea Din Tei”, de 2003.

A tradução livre da música “O Menino quer ir para Tambov” está aqui

O menino quer ir para Tambov, você sabe tic, tic, tac
O menino quer ir para Tambov, você sabe tic, tic, tac
Mas hoje para lá não voa um avião e nem vai um trem
Mas hoje para lá não voa um avião e nem vai um trem

O menino quer ir para Tambov, você sabe tic, tic, tac
O menino quer ir para Tambov, você sabe tic, tic, tac
Mas hoje para lá não voa um avião e nem vai um trem
Mas hoje para lá não voa um avião e nem vai um trem

Você estava na beira do mar e olhava para o velho píer
E do píer, o menino sobre o seu problema gritou
Mas o vento a frase levou e o menino sentou na areia
E ele chorou como uma criança, e você
Correu em direção a ele, sentou-se perto e disse que não precisava água
Correu em direção a ele, sentou-se perto e disse que não precisava água

O menino quer ir para Tambov, você sabe tic, tic, tac
O menino quer ir para Tambov, você sabe tic, tic, tac
Mas hoje para lá não voa um avião e nem vai um trem
Mas hoje para lá não voa um avião e nem vai um trem

Você olhava violentamente para ele e as lágrimas viravam fogo
O sorriso tornou-se quente, vocês ficaram felizes juntos
Ele estendeu a mão e disse “vamos”
O mar silenciosamente disee: “seja corajoso”
E o romance despretensioso já dura 17 semanas
E o romance despretensioso já dura 17 semanas

O menino quer ir para Tambov, você sabe tic, tic, tac
O menino quer ir para Tambov, você sabe tic, tic, tac
Mas hoje para lá não voa um avião e nem vai um trem
Mas hoje para lá não voa um avião e nem vai um trem

Créditos: Folha

%d blogueiros gostam disto: