K-pop: TWICE promeve verdadeira sessão da tarde no vídeo de What Is Love?

Clipe homenageou filmes como O Diário da Princesa, Pulp Fiction e Ghost

Por
Gustavo Balducci

access_time

15 abr 2018, 20h10 – Publicado em 15 abr 2018, 19h03

 (TWICE/Divulgação)

Quebrando os próprios recordes, as garotas do TWICE trouxeram para o novo single, What Is Love?, um recorte de tudo que mais amamos no cinema. O videoclipe se tornou o mais rápido de um grupo feminino a atingir 30 milhões de visualizações. Além disso, seu quinto miniálbum lançado na última semana vendeu 39.797 cópias físicas em um único dia, o que também confirma a influência das jovens em uma era dominada pelo streaming.

A faixa produzida por Park Jin-Young, que havia colaborado anteriormente com as meninas em Signal, fala sobre como as meninas sonham o que de fato é o amor, usando tudo o que aprendemos sobre isso nos livros e filmes. As referências são tantas e funcionam perfeitamente para o mv, ao mesmo tempo em que celebram grandes obras do cinema e da cultura pop:

O DIÁRIO DA PRINCESA

Quem não se lembra da jovem Mia, a garota tímida e desajeitada apaixonada pelo boy mais popular da escola. Buscando uma vida o mais inexistente possível, a situação muda radicalmente quando ela conhece Clarisse (Julie Andrews), sua avó e rainha da Genóvia, que deseja a todo custo colocá-la no trono do pequeno reino. Em seu papel de estreia, Anne Hathaway brilha no filme inspirado pela série de livros de mesmo nome da autora Meg Cabot.

 (YouTube/Reprodução)

 (YouTube/Reprodução)

A referência foi tão icônica que a própria autora fez um tweet falando sobre como ama K-pop e ficou muito feliz em ver a inspiração do filme no clipe:

GHOST

O filme mais exibido da história da Sessão da Tarde também teve sua vez no mv do TWICE. A paixão sobrenatural entre os personagens Sam (Patrick Swayze) e Molly (Demi Moore) atravessa as fronteiras do impossível e entra para a história do cinema com a cena onde a ceramista e o espírito do ex amante aparecem juntos. Claro que na versão de Whats Is Love? rolou um shipp entre as integrantes Jeongyeon e Sana:

 (YouTube/Reprodução)

 (YouTube/Reprodução)

PULP FICTION

Quentin Tarantino nunca decepciona os fãs e é famoso por marcar a memória do público com seus personagens alucinantes. O clássico, executado fora da ordem cronológica e cheio de papéis brilhantes, nos presenteia com a inusitada cena onde Mia Wallace (Uma Thurman) e Vincent Vega (John Travolta) fazem a melhor dancinha de todos os filmes:

 (YouTube/Reprodução)

 (YouTube/Reprodução)

LA LA LAND

Um musical pode até ser pensado como um videoclipe estendido, e o vencedor de seis prêmios do Oscar La La Land foi o escolhido pelo grupo para entrar em cena. Combinando os passos de Momo e Tzuyu com as execuções da atriz aspirante Mia (Emma Stone) e do jovem pianista Sebastian (Ryan Gosling):

 (YouTube/Reprodução)

 (YouTube/Reprodução)

LA BOUM

O cinema francês também deu as caras com o oitentista La Boum, que fez sucesso internacional em sua estreia e causou comoção com sua trilha sonora. Pode não ser da nossa época, mas a cena do casal durante o baile com headphones sempre aparece feed no Tumblr:

 (YouTube/Reprodução)

 (YouTube/Reprodução)

ROMEU + JULIETA

A insuperável adaptação contemporânea de Baz Luhrmann para o clássico de Shakespeare ganhou a juventude dos anos noventa com este filme. Contando a história de amor e guerra entre as famílias Montéquio e Capuleto, a versão ainda aumentou o crush para o ídolo teen da época Leonardo DiCaprio. A famosa cena do aquário marcou presença no single:

 (YouTube/Reprodução)

 (YouTube/Reprodução)

Outras referências aparecem no clipe, como o intenso O Profissional (1994) e o drama japonês Love Letter (1995). Em menos de um dia após o lançamento, What is Love? já levou seu All-Kill (termo usado quando um grupo faz comeback e fica em primeiro lugar em todas as plataformas de distribuição de música exigidas pelo Instiz).

O clipe pode não ser um grande inovador do gênero e reforça a estética aegyo que o grupo vem apresentando nos últimos lançamentos, mas agradou muito em qualidade e revela um possível trabalho em excesso para as meninas, que já contam com outro lançamento agendado para maio no Japão. Vale o play e vale também (re)assistir a todos os filmes que inspiraram o mv deste hit.

 (YouTube/Reprodução)

Créditos: Capricho

%d blogueiros gostam disto: