Internet Association: Consumidor não pode ficar no fogo cruzado de tarifas

Tarifas sufocarão o crescimento e dificultarão o sucesso da economia digital, segundo porta-voz da entidade, que representa gigantes do setor de tecnologia

Por
Estadão Conteúdo

access_time

3 abr 2018, 21h55

A vice-presidente de relacionamento global da Internet Association, Melika Carroll, afirmou nesta terça-feira que os consumidores dos Estados Unidos podem ser os maiores prejudicados pela guerra tarifária com a China, que ganhou novos contornos na sessão diante da divulgação pela Casa Branca da lista de produtos chineses com barreira comercial.

“Os consumidores e trabalhadores americanos não podem ficar no meio deste fogo cruzado. Estas tarifas vão deixar nossos clientes na pior situação, sufocarão o crescimento e dificultarão o sucesso da economia digital”, afirmou Melika.

A Internet Association é uma entidade que representa empresas como Alphabet (Google), Facebook e Amazon. (por Associated Press)



Créditos: Exame