Imposto de Renda: consulta ao lote residual começa nesta segunda – Imposto de Renda 2018

Brasil Econômico


Atenção! A restituição do Imposto de Renda ficará disponível no banco apenas durante um ano
Marcello Casal/Agência Brasil

Atenção! A restituição do Imposto de Renda ficará disponível no banco apenas durante um ano

Começa nesta segunda-feira (9) a consulta ao lote residual de restituição do Imposto de Renda 
sobre a pessoa física. Este lote liberado diz respeito aos exercícios dos anos de 2008 até 2017.

Leia também: Preço da cesta básica cai em 12 capitais, mas salário mínimo ideal fica maior

De acordo com a Receita Federal (RF), o crédito bancário
da restituição do Imposto de Renda
deve chegar ao bolso de pelo menos 75,5 mil contribuintes no dia 16 de abril, o que totaliza R$ 180 milhões, sendo que mais de R$ 86,900 milhões será destinado a contribuintes preferenciais, como idosos e pessoas com alguma deficiência física, mental ou moléstia grave.

O contribuinte que ainda não sabe se a declaração foi liberada pode acessar o site da Receita
, ou ligar para o Receitafone, no 146.

Na consulta à página da RF, mais especificamente no serviço e-CAC, é possível conferir o  extrato da declaração
e checar possíveis inconsistências de dados identificadas pelo processamento, que podem ser autorregularizados por meio da entrega de declaração retificadora.

Leia também: Concursos públicos pagam mais de R$ 5 mil e fecham inscrições nesta semana

A consulta às declarações e restituições do IR, além da situação cadastral no CPF também podem ser feitas pelo aplicativo “Pessoa Física” da Receita Federal.

Prazo

Atenção! A restituição do IR ficará disponível no banco apenas durante um ano. Entretanto, caso o crédito seja esquecido, é necessário fazer o requerimento pela internet do valor, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da Declaração do IRPF.

Tem direito à restituição do Imposto de Renda
, mas o valor não foi creditado? Nessa situação, a Receita orienta ir pessoalmente a uma agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento, por meio do telefone 4004-0001, para quem reside em alguma capital, ou do 0800-729-0001 para os demais municípios. Além disso, o órgão conta com o atendimento especial destinado aos deficientes auditivos no número 0800-729-0088. Nesses canais é possível agendar o crédito em conta corrente ou poupança, no nome do contribuinte e em qualquer banco.

Leia também: Novo golpe do FGTS alcança mais de 70 mil pessoas no WhatsApp em um dia

*Com informações da Agência Brasil

Créditos:

IG – Brasil Econômico

%d blogueiros gostam disto: