Grosjean quase se tornou Chef de cozinha

Romain Grosjean teve uma carreira polêmica e bizarra na Fórmula 1, e revelou que quase se tornou chef depois de ter sido dispensado pela Renault em 2010.

Grosjean quase se tornou Chef de cozinha

Foto: AFP PHOTO / Andrej ISAKOVIC / F1Mania

Em janeiro de 2010, o chefe da equipe Renault, Eric Boullier, deu a notícia a Grosjean de que ele havia sido substituído por Vitaly Petrov para a temporada seguinte, depois que muitos o consideraram arrogante, apesar de alegar que tentava ser modesto.

“Eu tentei ser modesto como um novato, mas me disseram que eu era ‘arrogante’ ou ‘tinha um grande ego’,” disse Grosjean em entrevista ao podcast oficial da F1.

“Então, em 31 de janeiro de 2010, recebi um telefonema de Eric, dizendo que haviam contratado Petrov, então eu saí. Eu pensei, é isso, eu não estou mais correndo, então vou me tornar um cozinheiro, porque isso é parte da minha paixão”.

“Fui a uma escola de culinária e disse que eu era muito velho. Eles disseram que não”, acrescentou Grosjean.

O francês continuou explicando como a F1 chegou cedo demais para ele.

“F1 não é apenas sobre pilotar”, explicou ele.

“Pilotar o carro é uma coisa, mas existe um outro lado de fora, estar ciente do que está acontecendo, dos jogos, e da mídia”, completou.

F1Mania

Fonte: PORTAL TERRA – ESPORTES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *