Empresa paga 2500 euros para emprego que viaja o mundo por um ano – Carreiras

Brasil Econômico


Viajar o mundo ganhando 2500 euros por mês? Nada mal
Shutterstock

Viajar o mundo ganhando 2500 euros por mês? Nada mal

Imagine  viajar
o mundo durante um ano, conhecendo mais de 20 países, fazendo trabalhos sociais junto às comunidades locais e ainda ganhando 2.500 euros por mês. Curtiu a ideia? Pois esse emprego
(dá pra chamar de emprego?) existe e está disponível para a candidatura de brasileiros.

Leia também: Quer trabalhar em “empresa do futuro”? Startups de tecnologia têm vagas abertas

A empresa portuguesa Top Experience está em busca de 11 pessoas que serão selecionadas para participar da segunda edição do World Life Experience. Os escolhidos vão viajar
 durante um ano por diferentes regiões do mundo
realizando trabalhos sociais para ONGs e recebendo um salário de 2.500 euros pagos pela WLE, que também arcará com as despesas da viagem.

O objetivo do programa é oferecer uma “experiência de imersão cultural e responsabilidade social”. Os selecionadas passarão 15 dias em cada um dos seguintes países: Brasil, Uruguai, Argentina, Chile, Peru, Colômbia, Costa Rica, Portugal, Espanha, Holanda, Alemanha, República Tcheca, Grécia, Tailândia, Camboja, Malásia, Indonésia, Japão, Austrália e África do Sul. Durante esse período, eles terão seis dias para explorar a região, seis de trabalho social e outros três dias livres.

Leia também: Salário mínimo deve ser de R$ 1.002 a partir de 2019; aumento será de 5%

O projeto também inclui um período de 15 dias livres ao longo do ano, no qual os viajantes poderão retornar aos respectivos países de origem para visitar familares e amigos. A viagem começa no dia 15 de janeiro e se encerra no dia 27 de novembro de 2019, mas as incrições só vão até o dia 20 de julho de 2018.

Para participar, é preciso se inscrever através do site programa
. Lá você terá que criar um login com seu nome, idade e endereço de email. Depois terá que pagar uma taxa de 9 euros, dos quais 2,50 serão doados diretamente a uma das ONGs associadas ao programa.

Com o pagamento realizado, você receberá um email com as próximas instruções do processo seletivo. Na primeira etapa, haverá uma avaliação de todos os candidatos. Na segunda, você terá que preencher um formulário de informações pessoais e um questionário de habilidades específicas, incluindo um teste de inglês. Na terceira, haverá uma avaliação psicológica e será preciso enviar um vídeo de apresentação. Na quarta, será feita uma entrevista por Skype com os finalistas.

Leia também: Funcionária mente que foi demitida sem justa causa em processo e pagará multa

O resultado será divulgado até o dia 30 de setembro. Não é necessário ter inglês fluente. Os organizadores pedem apenas inglês intermediário, além de ser uma pessoa responsável, empática, respeitosa, tolerante, comunicativa, proativa, flexível, solidária e disposta a trabalhar em grupo. Boa sorte.

Créditos:

IG – Brasil Econômico

%d blogueiros gostam disto: