Credenciadoras na onda da venda das ‘maquininhas’

O êxito da oferta inicial de ações da PagSeguro, que no começo do ano levantou US$ 2,3 bilhões na Bolsa de Nova York, jogou luz sobre o negócio de venda de maquininhas de cartões (chamadas de terminais POS), em lugar do tradicional aluguel do aparelho.

Créditos:

Valor

%d blogueiros gostam disto: