CCXP 2018 | Confira tudo que rolou no primeiro dia


O primeiro dia de CCXP 2018 já começou intenso e cheio de atrações que agitaram o público. Com direito a painéis da Amazon Prime Video e Game of Thrones, da HBO, o evento recebeu artistas como Ricky Whittle, de American Gods, além de  Maisie Willams e John Bradley de Game of Thrones. 


Confira um resumão do que rolou: 


Painel com Chris Columbus: 


Nome responsável por filmes como Harry Potter e a Pedra Filosofal, Os Goonies e Esqueceram de Mim, Chris Columbus foi recebido com muitos aplausos dos fãs que estavam presentes.  


Painel da Amazon Prime Video: 


Com a presença de Ricky Whittle, que interpreta o protagonista de American Gods, Shadow Moon, a Amazon Prime Video animou o auditório Cinemark.  Além de contar um pouco mais sobre a segunda temporada, que estreia dia 11 de março de 2019, o ator conquistou o público com sua simpatia. Vale ressaltar que é o primeiro ano da plataforma de streaming na CCXP e já estrearam com o pé direito.  



A Paramount trouxe para o Brasil o produtor de Bumblebee, spin-off de Transformers, e Cemitério Maldito. Com Paolla Oliveira e Guilherme Briggs, que dublaram a versão em português de Bumblebee, o produtor subiu ao palco do auditório principal da CCXP e trouxe algumas cenas inéditas do filme. Além disso, a Paramount também mostrou alguns títulos de seus próximos lançamentos, com Rocketman, cinebiografia de Elton John,  Sonic e Um Lugar Silencioso 2.  


Painel de Game of Thrones (HBO): 


Um dos mais aguardados pelos fãs, o painel da HBO levou para o palco do auditório principal da CCXP Maisie Williams, John Bradley e os criadores da série, David Benioff e D.B. Weiss. Uma orquestra deu as boas-vindas ao público e aos convidados, tocando o tema de Game of Thrones e fazendo a plateia arrepiar. 


Sem mediador, os produtores e os atores ficaram trocando perguntas entre si e respondendo várias curiosidades sobre os bastidores de GOT, que chega em sua oitava e última temporada em abril de 2019.  


Durante o painel, os produtores revelaram que achar a atriz perfeita para Arya, interpretada por Maisie, foi muito complicado. 


“Ela é uma personagem poderosa e precisávamos de alguém que fosse tudo isso, mas ainda assim ser uma garota. Ela tinha que ter aquele jeito de menina, mas com um toque de coragem. Tentamos umas 300 atrizes e foi sem querer que achamos a Maisie. Vimos uma foto dela e, logo que batemos o olho, nós sabíamos que era ela”, revelou o produtor. 


John fez questão de falar sobre seu personagem na série, Sam, e emocionou o público com sua declaração.  


“Acho que ele é sempre o último a ver o melhor nele mesmo. Eu costumava ser assim. Gilly o ajudou a fazer Sam enxergar seu potencial e vocês fizeram isso por mim”. 




Painel Universal: 


A Universal Pictures realizou uma videoconferência com o grande cineasta Peter Jackson, responsável por Máquinas Mortais, próximo grande lançamento do estúdio.  Ao lado de seu supervisor de efeitos visuais, Christian Rivers, Jackson comentou sobre o desafio de adaptar o livro de Philip Reeve para as telonas.  


“Existe, sim, uma mudança estrutural na hora da adaptação, mas o importante é ter no roteiro todos os elementos que fizeram com que os fãs se apaixonassem pelo livro”, afirmou.

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.7”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: PORTAL O FUXICO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *