Casa Branca quer “ações gentis” da China em negociações sobre comércio

Trump foi ao Twitter agradecer as “palavras gentis” do presidente da China pós este afirmar que ampliará acesso externo aos setores financeiro e industrial

Por
Nicholas Shores, do Estadão Conteúdo

access_time

10 abr 2018, 20h47

São Paulo – A porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, disse que o governo dos Estados Unidos quer “ações gentis” da China no comércio global. “É isso que esperamos ver nas negociações”, afirmou em uma coletiva de imprensa.

Mais cedo, o presidente americano, Donald Trump, foi ao Twitter agradecer as “palavras gentis” do presidente da China, Xi Jinping, após este afirmar no Fórum Boao que ampliará o acesso externo aos setores financeiro e industrial de Pequim.

Contudo, Sarah foi ponderada sobre a proximidade de uma conciliação entre os dois países no âmbito comercial. “A retórica da China é um passo na direção certa, mas nós queremos mais que retórica. Queremos ações concretas”, pontuou.

Ao comentar a reunião que Trump teve hoje com o emir do Qatar, Tamim bin Hamad al-Thani, a porta-voz sublinhou que os EUA contam com o Conselho de Cooperação do Golfo para conter “as atividades terroristas” do Irã.

Na coletiva de imprensa, Sarah ouviu diversas perguntas sobre que ações Washington está considerando conduzir na Síria após acusações de que as forças de Bashar Al-Assad usaram armas químicas em um ataque a um enclave rebelde nas proximidades de Damasco.

Ela, no entanto, apenas repetiu as afirmações de Trump de que nenhuma medida está “fora de cogitação” e se disse impedida de discutir publicamente informações confidenciais da comunidade de segurança.



Créditos: Exame