Após pressão, permanência de Alberto Valentim no Vasco é incerta

Em um espaço de poucos dias, a garantia dada pela permanência de Alberto Valentim no Vasco em 2019 já não é tão certa como o treinador esperava. No último fim de semana, após o fim do Campeonato Brasileiro, o diretor executivo de futebol Alexandre Faria confirmara a continuidade do técnico, mas após pressão nos últimos dias, o presidente Alexandre Campello já estuda a mudança no cargo da equipe. Dois nomes estão em discussão, apesar de apenas o de Abel Braga ser de consenso da cúpula em São Januário.

Alberto Valentim pode não ficar no Vasco para 2019. Confira a seguir outras imagens na galeria especial do LANCE!

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco / Lance!

Alberto Valentim tem contrato com o Vasco até o fim de 2019. No início da semana, Alexandre Faria, ao ser questionado por jornalistas, chegou a dizer que a pior coisa que pode acontecer ao Vasco é a troca de treinador, ponto que, de acordo com o diretor executivo de futebol, seria necessário somente quando não são observados resultados da equipe. Ainda segundo o dirigente cruz-maltino, Alberto Valentim praticou um trabalho qualificado, com o time possuindo um padrão para 2019.

– O Alberto Valentim tem contrato com o Vasco até o fim do ano que vem. A questão de troca de treinador é a pior coisa que pode acontecer, ninguém quer trocar. Só troca quando não dá resultado. Percebemos no dia a dia um trabalho muito qualificado do Valentim e da sua comissão. O time já tem padrão, uma linha de jogo definida. E poderemos recuperar os jogadores – afirmou o diretor executivo de futebol do Vasco, na oportunidade, garantindo a permanência de Alberto Valentim para 2019.
Com o passar dos dias, porém, o cenário mudou. Alexandre Campello foi convencido que pode ser benéfico ao Vasco a troca de treinador para 2019, principalmente depois de Valentim ter encerrado estes primeiros meses como técnico do Vasco com um dos piores aproveitamentos entre todos os treinadores cruz-maltinos da década. Após isto, procurou Abel Braga, apostando na amizade que possui com o técnico de longa data como um fator de sedução – antes da chegada de Valentim, Campello chegou a tentar a contratação de Abel, vale lembrar, que preferiu retornar aos trabalhos somente no próximo ano.

Alexandre Campello sabe da preferência de Abel Braga em permanecer no Rio de Janeiro, mas também sabe das dificuldades que é para convencê-lo a assumir o Vasco. O Flamengo, outro clube de olho em contratar o treinador para 2019, tem um projeto pronto para Abel, enquanto no Cruz-Maltino o treinador teria que passar pelas mesmas dificuldades que encontrou no período que treinou o Fluminense. Além disto, teria em São Januário um salário menor – cerca de R$ 300 mil de diferença entre as ofertas. Outro fator usado por Campello para seduzir Abel Braga é oferecer um papel de “manager”, abrangendo não apenas o profissional, mas também a base, estilo de projeto que Zé Ricardo, hoje no Botafogo, chegou a tocar no Vasco entre o segundo semestre de 2017 e primeiro de 2018.

Um ponto que vale destacar é o de que um dos argumentos que convenceram Alexandre Campello a não bancar totalmente Alberto Valentim para 2019 é o fato de querer se blindar no futebol do Vasco para a próxima temporada. A multa de Valentim no Vasco não seria um obstáculo para um possível acordo de rescisão, caso a troca no comando seja efetivada para o ano que vem. Um possível acerto de Abel Braga para o Vasco também daria uma gestão no futebol do clube mais profissional nos olhos de alguns vice-presidentes, que também pressionaram Campello afirmando que deixariam São Januário se uma mudança brusca não fosse realizada. Nos corredores cruz-maltinos, a expectativa, hoje, é pela saída de Alberto Valentim, mesmo com a dificuldade por uma chegada de Abel Braga e o segundo nome em pauta não ser um consenso. Mais uma vez, como de costume na história do futebol, uma garantia de hoje pode virar uma incerteza amanhã. Enquanto uma definição não ocorrer, restará aguardar.


Lance!

Fonte: PORTAL TERRA – ESPORTES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *