Yahoo anuncia nova violação de dados, de 1 bilhão de contas

A gigante de tecnologia acredita que o incidente, ocorrido em 2013, é diferente daquele divulgado em setembro, de 2014, que afetou 500 milhões de contas

Por
Da redação

access_time

14 dez 2016, 21h52 – Atualizado em 14 dez 2016, 22h00

O Yahoo afirmou nesta quarta-feira que identificou uma nova violação do sistema ocorrida em agosto de 2013 e envolveu dados de mais de 1 bilhão de contas de usuários. O comunicado foi publicado no site de relações com investidores da companhia. A empresa disse acreditar que este incidente é provavelmente diferente do divulgado em setembro, quando informações associadas a pelo menos 500 milhões de contas foram roubadas de sua rede em 2014.

O Yahoo, que está sendo comprado pela empresa de telecomunicações Verizon, disse que um terceiro não autorizado roubou dados na violação divulgada em setembro, e que estava trabalhando em colaboração com a polícia desde então. A empresa afirmou que as informações da conta de usuário roubadas podem ter incluído nomes, endereços de email, números de telefone, datas de nascimento, senhas e, em alguns casos, perguntas e respostas de segurança criptografadas ou não criptografadas.

Dados de cartões e de conta bancária não foram armazenados no sistema que se acredita ter sido afetado, segundo a empresa.

O Yahoo diz que está notificando os possíveis afetados pelo roubo de dados e fornecendo instruções sobre como proteger suas contas. A empresa recomenda que todos revisem os registros de atividade em busca de atividades suspeitas, troquem as senhas e perguntas e respostas de senhas, tanto no site como em outros lugares que usem essas mesmas informações.

(Com Reuters)

Créditos:

VEJA