VAMOS EXPERIMENTAR TIRAR OS ÓCULOS?

Eu, você e a grande parte da Humanidade, certamente tem o hábito de usar os óculos escuros sempre que vai para a rua, esteja ou não sol, esteja ou não realmente precisando dele, certo?

Precisando? Isso mesmo. Muitos de nós não precisamos de óculos toda vez que saímos de casa, mas fazemos questão de estar sempre munidos de um e o carregamos na bolsa como se fosse um documento. Eles fazem parte, hoje em dia, do nosso guarda-roupa. Eu, por exemplo, tenho uma gaveta cheia deles. São todos os tipos, cores e marcas.

O que eu venho dizer para vocês é que estudos foram feitos, inicialmente com as pessoas tímidas, ou seja, aquelas que não conseguiam fixar seu olhar no olhar do outro, que, quando se escondiam atrás dos óculos escuros, se sentiam mais seguros, como se realmente não estivessem se expondo. E é verdade.

Só que não são apenas os tímidos, não! É um hábito generalizado.

Por mais maquilagem que se crie para realçar os olhos, deixando-os maiores, mais claros, enfim mais bonitos. Ninguém consegue sair de casa de dia, ou até à noite, sem ter a certeza de que não esqueceu os óculos, não os de grau, mas os escuros.

Se você usa óculos escuros com grau, está fora desse comentário.

Vou contar uma experiência que fiz, propositadamente, para ver o que acontecia se eu saísse sem estar de óculos escuros. Eu me aprontei para sair, sem esquecer nenhum detalhe, apenas deixei os óculos em casa.

Sabem o que aconteceu? Todas as pessoas que passaram por mim, olharam mais para os meus olhos, coisa que não acontecia antes. Quando me reconheciam era porque me conheciam, mas nem se preocupavam em me olhar, e quando digo olhar, estou falando de fitar mesmo, de fixar sua vista e não passar por ela, entende? E eu também notei que olhava mais para as pessoas que passavam por mim “sem óculos”… e isso é muito bom.

Quer ver um exemplo interessante? Quando somos convidados para uma festa, um evento noturno, cuidamos de tudo, roupa, acessórios, perfume, cabelos, tudo deve estar de acordo com o que a ocasião pede. Nem pensamos em óculos escuros nessa hora, claro.  Procurem lembrar se não foi em ocasiões assim que conheceu alguém interessante, que foi abordada com mais facilidade para uma conversa, para um novo amigo. Pode acreditar, foi porque seus olhos estavam ali, expostos, prontos para serem identificados, sim.

Eu não tenho a menor dúvida de que os olhos são, desde o princípio dos tempos, o espelho de nossa alma. Existem várias maneiras que nos fazem identificar muitas verdades que não foram ditas com palavras, mas que num olhar se fizeram revelar.

Quando fitamos o ser amado com o sentimento de amor, ficamos magnetizados porque uma sintonia no olhar provocou tudo isso.  Já, quando o olhar é desviado quando solicitado, sabemos que não estamos totalmente seguros daquela pessoa, isso todo mundo já sentiu, não é? O contrário é quando queremos falar diretamente com alguém, geralmente, retiramos os óculos e a fitamos. É o dizer “cara a cara”! ”olho no olho!”

Então? Vamos fazer uma experiência com o firme propósito de ver o que acontece? …Ou você está com certo medo de olhar nos olhos do outro?

Tente!

 

%d blogueiros gostam disto: