Presidente da Yes! conta segredo para uma franquia de sucesso; “é igual bolo”

SÃO PAULO – Hoje em dia, um segundo idioma é fundamental para quem quer crescer na carreira. Tanto que a expansão do segmento de franquias de idiomas chama a atenção dos outros setores da economia.

Segundo dados da ABF (Associação Brasileira de Franchising), só no ano passado, as escolas de idiomas faturaram mais de R$ 4,8 bilhões – um crescimento de 45% em relação ao ano anterior. Além disso, existem mais de 6,5 mil escolas de ensino.

É olhando para esse setor que, apesar de contar com redes consolidadas no País, ainda tem muito ondem investir, que o presidente da rede de idiomas Yes!, Clodoaldo Nascimento, pretende dobrar o número de unidades no Estado de São Paulo e ainda avançar pelo Nordeste.

“A Yes! é bastante consolidada no Rio de Janeiro, mas queremos ganhar força em outras localidades”, afirma. A princípio, o objetivo é instalar 11 escolas em São Paulo até dezembro (hoje são 13 unidades) e outras seis na região Nordeste, que hoje conta com quatro escolas no local.

Ao todo, a rede tem 149 escolas em todo o País, com mais de 50 mil alunos, e em 2015 abrirá 30 novas unidades em todo o território nacional – ou seja, ainda têm outras 13 unidades para serem abertas em outros estados.  

Com sede no Rio de Janeiro, a rede que oferece cursos de inglês e espanhol foi fundada em 1972 e chegou a ter uma concessão de uso da marca alguns anos depois. Clodoaldo começou a trabalhar na empresa no final de 1990 como gerente do departamento pessoal, voltado principalmente para a captação de alunos. Alguns meses depois, ele conseguiu uma concessão da marca e abriu sua própria “franquia” da Yes!. Como teve sucesso com o negócio, logo depois abriu uma segunda unidade.

Em 1994, o fundador da rede faleceu – nesta época, a escola tinha 30 unidades entre próprias e concessões. No entanto, as herdeiras não souberam administrar bem o negócio e as dívidas e decidiram vender a empresa para Nascimento e outro sócio em 1998.

Por seis anos, o objetivo foi manter as unidades aberta e realizar melhorias modestas. O sócio de Nascimento optou por deixar a empresa e desde 2004, ele ocupa o cargo de CEO da Yes!. Com o objetivo de expandir a escola de idioma para o Brasil todo, Clodoaldo achou melhor manter o negócio fechado para franquias por dois anos para poder construir uma marca forte.

Foi então que em setembro de 2006 ele abriu a primeira franquia oficial da Yes! No Rio de Janeiro. Desde então, a companhia passou a ganhar relevância no mercado de franquias e já ganhou prêmios da ABF (Associação Brasileira de Franchising) e de Melhor Franquia de Idiomas da Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios, em 2007. Hoje, das 149 unidades somente duas são próprias.

O grande segredo para o rápido crescimento da empresa? Primeiro, a Yes! Aproveitou a ascensão que a Classe C teve nos últimos anos – tanto que ele afirma que as unidades instaladas em comunidades e favelas pacificadas possuem um alto índice de sucesso. Além disso, a estratégia comercial busca atrelar a imagem da marca com a de atores famosos – atualmente os garotos-propaganda são o humorista Leandro Hassum e a atriz mirim Maísa.

Segundo Clodoaldo, antes de abrir uma nova franquia, a empresa faz um estudo de mercado na região para ter certeza que vale a pena. Por exemplo, uma das unidades mais recentes da Yes! fica em Paraisópolis – o local será destaque na próxima novela da Globo e se mostrou com um grande potencial. Antes da inauguração, no final de fevereiro, a unidade já tinha mais de 100 alunos matriculados.

O CEO, que é extremamente detalhista e perfeccionista, ainda ressalta que existe uma equipe de assessoria das franquias. “Nós temos uma responsabilidade muito grande com os franqueados, pois estamos gerindo anos de trabalho e não podemos errar”, afirma. Por isso, ele realiza uma análise de perfil do futuro franqueado, ajuda na escolha do ponto, oferece assistência de obra e capitação de aluno e capacitação e reciclagem semestral dos coordenadores pedagógicos e professores.

Ele afirma que existem franquias de sucesso com mais de 1.000 alunos ou franqueados com mais de uma unidade. No entanto, para Nascimento, entre os maiores erros que os franqueados cometem é achar que ao abrir uma franquia irão trabalhar menos e tentar fazer diferente do que o franqueador recomenda. “É igual bolo, tem receita que não deve ser modificada. Além disso, o sucesso do franqueado é o sucesso da franqueadora”.

O investimento inicial para abrir uma unidade da rede custa a partir de R$ 100 mil e o lucro médio aproximado é de 25% sobre o faturamento – em torno de R$ 60 mil por mês , com prazo de retorno que varia entre 18 e 24 meses e capital de giro entre R$ 10 mil e R$ 28 mil. Entre os benefícios que a rede oferece está a isenção do pagamento da taxa de royalties e de publicidade. 

No ano passado, a rede teve um faturamento de R$ 32 milhões e um crescimento de 10% em relação ao ano anterior. A meta para 2015 é ter um faturamento de R$ 40 milhões. Nascimento diz que “além de um negócio, a Yes! é uma paixão”, sendo que o seu maior sonho é que ela esteja entre as cinco maiores escolas de inglês do País.

Clodoaldo Nascimento_Yes!

Créditos: Infomoney

%d blogueiros gostam disto: