Presidente afirma não haver intenção de contratar terceirizados!

Boa notícia aos concurseiros que aguardam um novo certame da Caixa Econômica Federal (CEF).

O presidente da instituição, Gilberto Occhi, divulgou recentemente que não há a intenção de contratar técnicos bancários sem concursos públicos.

A afirmação veio em resposta a medida, tomada pela Caixa no início de agosto de 2017, que abriria espaço para a admissão de terceirizados ao invés dos concursados. De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, a medida foi adequada com a lei 13.429/2017, que trata sobre a contratação de terceirizados.

Gilberto Occhi afirmou ainda que “essa mudança na regulamentação foi muito mais para adequar a legislação aprovada às regras da Caixa. Não significa dizer que temos intenção. Momentaneamente, não há intenção da Caixa de fazer nenhuma contratação terceirizada para algum tipo de posto de trabalho dentro do banco”.

» Prepara-se para o Concurso Caixa Econômica Federal e parcele o pagamento SEM JUROS! «

Programa de demissões voluntárias

Em março de 2017, a Caixa divulgou informações, onde apenas 4.645 servidores aceitaram as condições apresentadas pelo Programa de Desligamento Voluntário Extraordinário (PDVE).

A meta da instituição, conforme anunciado no final de 2016, era de 10 mil demissões voluntárias, o que representaria o desligamento de 10% do total de empregados.

O objetivo do programa de demissões voluntárias é devido ao fato de que, a Caixa continua obrigada, judicialmente, a contratar mais 2 mil servidores, aprovados no último concurso, realizado em 2014.

Novo concurso Caixa Econômica Federal (CEF)

Cursos Online para Concursos

Ainda não há previsão de novo concurso em 2017. contudo, vale lembrar que uma das formas de ingresso é justamente através de seleções, que a CEF possui a tradição de publicar a cada dois anos. O último certame contou com cerca de 1 milhão de inscritos, o que demonstra a intensa procura por parte dos candidatos.

Último concurso

A segunda turma do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT 10), em Brasília, iniciou, no dia 7 de junho de 2017, o julgamento da ação civil pública impetrada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) sobre a convocação dos aprovados no concurso público realizado pela Caixa Econômica Federal (CEF) em 2014. Porém, a análise foi adiada, em decorrência de pedido de vistas do processo.

Ficou determinada a prorrogação da validade do concurso até o trânsito em julgado da decisão, ou seja, até que não exista mais possibilidade de recurso.

As nomeações do último concurso da Caixa (2014) estão estagnadas, sem novidades desde julho de 2016. Ao todo, já foram 3.187 convocados, do total de 32.879 candidatos aprovados. As chamadas aconteceram para o Ceará (48), Distrito Federal (460), Espírito Santo (53), Pará e Amapá (128), Paraíba (10), Pernambuco (73), Piauí (30), Paraná (174), Rio de Janeiro (271), RJ/SP para Tec. Informação (15), Goiás (117), Maranhão (36), Minas Gerais (236), Mato Grosso do Sul (53), Mato Grosso (56), Rio Grande do Norte (36), Rio Grande do Sul (293), Santa Catarina (84), São Paulo (746), Tocantins (13), Sergipe (13), Acre e Rondônia (35 nomeações), Alagoas (47), Amazonas e Roraima (39) e Bahia (124).

» Prepara-se para o Concurso Caixa Econômica Federal e parcele o pagamento SEM JUROS! «

Créditos:

Nova Concursos

%d blogueiros gostam disto: