Preço das passagens aéreas vai cair com cobrança de bagagem, diz associação

SÃO PAULO – Em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (14) em Brasília, o presidente da Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), Eduardo Sanovicz, afirmou que os preços das passagens aéreas ficarão mais baratos após a aprovação da cobrança pelo despacho de bagagens, confirmada pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) nesta terça-feira (13).

O presidente disse que já no próximo ano será possível perceber uma queda no preço das passagens, explicando que afirma isto com base na experiência mundial: em todos os países em que esse modelo de negócios foi implantado, as tarifas caíram.

“Impossível dizer hoje se vai cair ‘x’ ou ‘y’, o quanto vai cair”, disse Eduardo, ressaltando que a partir de março do ano que vem os passageiros “terão boas notícias”.

Eduardo ainda afirmou que, mesmo que as tarifas de bagagem estejam embutidas nos preços das passagens, são poucos os passageiros que viajam com bagagens. Agora, com a nova regra, “paga quem usa”, disse. Ele também comentou que a cobrança ou não do despacho será determinada pelas aéreas de forma individual.

As regras aprovadas nesta terça-feira (13) pela Anac estabelecem que as aéreas poderão cobrar pela bagagem de cada passageiro, além de que o peso das bagagens de mão serão de no máximo 10 kg, diferente dos 5 kg atuais. Para o MPF, essas medidas são “ilegais” e “violam o direito do consumidor”.

As medidas passam a valer em 90 dias – ou seja, somente para as passagens aéreas compradas a partir de 14 de março de 2017 – tanto para voos domésticos quanto internacionais.

Mala de viagem - Bloomberg

Créditos:

Infomoney

%d blogueiros gostam disto: