Por que você nunca deve atravessar no sinal vermelho?

Por Lygia Pontes

A primeira resposta que vem à cabeça é “para não ser atropelado”, claro. Mas, essa atitude nos traz outros benefícios além de ficarmos vivos e ilesos.

Você já reparou em alguém que tenta atravessar a rua mesmo vendo que os carros estão chegando perto? Os olhos se arregalam, a expressão é de pânico, o corpo se contrai. E isso é o que conseguimos ver. Temos que considerar também as reações internas. Em matéria publicada na Superinteressante em dezembro de 2015, podemos entender melhor como o nosso corpo reage em uma situação assim: nossas pupilas se dilatam, os batimentos cardíacos aceleram, cortisol é liberado etc.

Embora a publicação mencione que essas reações podem ser positivas, como no caso do cortisol, que nos dá mais energia e nos deixa mais resistentes a doenças, precisamos ter cuidado. Isso porque o estresse é visto como algo bom apenas quando conseguimos entender que o nosso organismos está trabalhando a nosso favor, mas, nem sempre, somos capazes de fazer isso.

Quantas situações estressantes você enfrenta durante o dia e que não pode evitar ou controlar? Elas acontecem principalmente no trabalho, por exemplo, quando tem que fazer uma apresentação, lidar com chefes inadequados ou clientes insatisfeitos. E no final de um dia, depois de ter vivido tudo isso, como você se sente? Com certeza não está animado ou disposto para conversar com sua família, encontrar amigos ou se exercitar. Por isso, quando puder, evite entrar em uma situação estressante. Ao fazer isso, pode chegar no final de um dia com animação para colocar em prática sonhos e planos.

Mas, se você ainda não se convenceu e está pensando que não pode ficar esperando alguns segundos até o semáforo abrir para você, porque é muito ocupado e tem muito trabalho para fazer, pense que machucado você não será útil para sua empresa. Por isso, estabeleça suas prioridades! Para você, é mais importante estar saudável e com  disposição no final de um dia ou chegar alguns segundos mais cedo ao escritório?

Adote esse tipo de postura em outros momentos do seu dia. Para isso, faça a si mesmo algumas perguntas: você tem que discutir com aquela pessoa? Existe a necessidade de ser grosseiro com quem te ligou? Precisa ouvir o que alguém tem para dizer a você quando essa não é a sua prioridade? Ao fazer isso, verá que muitos problemas que surgem “do nada” podem ser evitados, como o carro que simplesmente apareceu e…

Créditos: Catho

%d blogueiros gostam disto: