Petros pede investigação sobre Caixa e Bradesco por fundos que deram prejuízo – 14/12/2016 – Mercado

A Petros, fundo de penso dos empregados da Petrobras, informou nesta quarta (14) que solicitou CVM (Comisso de Valores Mobilirios) investigao de possveis irregularidades cometidas por gestores de fundos de investimentos em que aportou recursos.

O pedido refere-se aos Fundos de Investimento em Participao (FIPs) Enseada e Brasil Petrleo 1, que causaram impacto negativo nos investimentos da fundao.

O primeiro gerido por dus gestoras do Bradesco (BEM Distribuidora e Bradesco Asset Management) e o segundo, por Caixa Econmica Federal, Mare Investimentos e Mantiq Investimentos.

Segundo a Petros, a iniciativa faz parte de um esforo para recuperar recursos perdidos. Em 2015, a fundao registrou um dficit tcnico de R$ 23 bilhes, o que lhe obriga a ampliar a contribuio de seus assistidos para cobrir o rombo.

“Esta medida poder ser estendida a outros ativos com o objetivo de responsabilizar agentes que, no exerccio das suas atribuies, possam ter cometido irregularidades, aumentando a exposio do investimento ao risco”, disse, em nota, o presidente da Petros, Walter Mendes.

A Petros acusa os gestores do FIP Enseada de conflito de interesse: o fundo foi criado para viabilizar a recuperao da marca Gradiente, de eletrnicos, que tinha o Bradesco entre os principais credores. A perda da fundao com o investimento foi de R$ 17,5 milhes.

No caso do FIP Brasil Petrleo 1, criado para fomentar empresas e projetos do setor de petrleo e gs, a acusao de mudana de estratgia de investimentos sem aprovao dos cotistas, que teria levado o fundo a um provisionamento para perda de R$ 100,3 milhes.

Em seu pedido CVM, a fundao pede que, caso o xerife do mercado financeiro conclua pela ocorrncia de crime, a denncia seja levada ao Ministrio Pblico para responsabilizao dos envolvidos e recuperao dos recursos investidos.

OUTRO LADO

A Caixa informou que no foi notificada sobre o assunto e ressalta que passou a administrar o FIP Brasil Petrleo 1 somente no segundo semestre de 2013, j contendo o referido investimento em sua carteira.

Os outros gestores de fundos no se pronunciaram at o momento.

Créditos:

Folha

%d blogueiros gostam disto: