Palmeiras e Santos inovam e incentivam franquias com planos de “sócio-empreendedor”

SÃO PAULO – Líder da primeira rodada do Brasileiro e atual campeão Paulista, o Palmeiras e o Santos estão aproveitando o bom momento para expandir o mercado de capitalização e incentivar a maior participação de seus torcedores.

A partir dessa semana até o dia 11 de junho, os sócio-torcedores adimplentes terão 50% de desconto na taxa de franquia para se tornar proprietário de uma unidade da Academia Store ou de uma Santos Store, as lojas de produtos dos times.

Para abrir uma loja, a taxa de franquia varia de R$ 35 mil (quiosque) a R$ 60 mil (loja). Para os membros, entretanto, os valores serão de R$ 17,5 mil e R$ 30 mil, respectivamente. Em caso de loja, o investimento total é de, aproximadamente, R$ 300 mil, enquanto, para quiosque, é de R$ 150 mil, afirma a assessoria de imprensa dos clubes – isso levando em conta instalação, estoque inicial, capital de giro e apoio na captação, treinamento e acompanhamento de funcionários para as lojas.

“O Palmeiras virou exemplo ao registrar números impressionantes de crescimento no Avanti em 2014 e 2015 (92 mil nova adesões). Agora, criamos o conceito de sócio-empreendedor, onde nossos sócios-torcedores podem fazer de sua paixão uma ótima oportunidade de negócio”, afirmou o diretor de marketing do clube alviverde, Roberto Trinas.

O desconto é mais um incentivo para que os apaixonados por futebol sigam ajudando a manter seus clubes. Recentemente, um relatório do Itaú BBA mostrou que os programas de sócio-torcedor já têm potencial para superar os patrocinadores em financiamento das equipes, o que poderia garantir mais independência e melhorar a qualidade do próprio esporte no longo prazo. 

Time do Palmeiras


(Cesar Grego/Ag Palmeiras/Divulgação)

Créditos:

Infomoney

%d blogueiros gostam disto: