O retorno triunfal do primeiro tênis de corrida da Nike

            Autêntico e inovador, o Nike Cortez foi o primeiro tênis de corrida da Nike e um dos calçados de maior sucesso da marca. Lançado em 1972, o sneaker idealizado por Bill Bowerman, cofundador da grandiosa empresa de artigos esportivos, foi pensado para atender às necessidades dos praticantes de atletismo e logo alcançou alto sucesso, devido ao seu design diferenciado, à leveza e à resistência ideal para altas performances.

            Desde o seu lançamento, o tênis ganhou destaque em diferentes situações. Ele foi até mesmo uma das estrelas do filme Forrest Gump, o Contador de Histórias, e usado pelo ator Tom Hanks enquanto encenava o personagem principal do filme. Em 1974, quando foi lançada a versão feminina do tênis, o destaque ficou para a atriz Farrah Fawcett, que foi fotografada andando de skate usando o calçado em pleno set de gravação da famosa série As Panteras. O sucesso foi tanto que esse foi o produto Nike mais vendido dos anos 70.

E a trajetória não parou: o calçado ainda esteve presente na abertura do Super Bowl americano, em 1991, com a cantora Whitney Houston. E, mais tarde, tornou-se uma das peças-referência da cultura hip-hop, principalmente quando apareceu na música Control, de Kendrick Lamar, e subiu ao palco com o rapper no ano de 2013.

            Após 45 anos de história, a grande aposta da Nike é o relançamento da linha Cortez para a composição de um estilo vintage e estiloso. Sendo um dos tênis mais esperados do ano, o design é praticamente o mesmo – o modelo “classic” conta com o cabedal em couro branco, o formato já conhecido e as inconfundíveis cores vermelha e azul preservadas em cada detalhe, além do solado emborrachado com o tradicional formato espinha de peixe.

            O retorno do Cortez foi oficializado em São Paulo e contou com uma celebração marcante no Mirante 9 de Julho. Durante o evento, ainda foram apresentadas outras versões que são apostas da Nike para atender a diferentes estilos e personalidades. O lendário Cortez ganhou outras releituras marcantes, como preto com detalhes em dourado e verde com detalhes em amarelo.

%d blogueiros gostam disto: