O que pode causar a calvície?

Um dos problemas que afetam a estética de homens e mulheres é a calvície. A doença, chamada cientificamente de alopecia, causa a redução dos fios de cabelo, de forma parcial ou total. Ela é percebida por alguns sinais, como o afinamento e o enfraquecimento dos fios, de forma que a queda vai acontecendo até que não ocorra mais o seu crescimento.

Conforme vai progredindo, a alopecia causa a rarefação, ou seja, a diminuição dos fios de cabelo. Isso leva ao aumento progressivo de áreas calvas no couro cabeludo.

De fato, é algo normal do ser humano perder fios de cabelo diariamente. Conforme o envelhecimento chega, mais difícil se torna o crescimento capilar. Mas como se dá o seu surgimento? São fatores genéticos apenas? Confira!

Fatores causadores

Além do envelhecimento, há outros fatores que contribuem para o aparecimento da calvície. Mudanças hormonais, uso de medicamentos, estresse, causas hereditárias, gravidez, falta de cuidado com os cabelos e até mesmo uma alimentação desbalanceada, tudo isso pode levar à queda dos fios de cabelo.

Detalhes sobre o surgimento

  • Genética: o principal motivador da alopecia é a hereditariedade. A herança genética levada, tanto por parte de pai quanto de mãe, pode ser fundamental para a queda do cabelo acontecer. Geralmente, esse fator leva ao surgimento da alopecia androgenética, que se caracteriza pela queda do cabelo nas áreas frontais e no centro do couro cabeludo.
  • Alterações no couro cabeludo: se você costuma tingir o cabelo, fazer alisamentos, escovas permanentes e também usar gel fixador, saiba que esses elementos podem contribuir para causar a queda, porque o nível de oleosidade no couro cabeludo aumenta.
  • Mudanças hormonais: outro fator importante diz respeito a alterações hormonais. A conversão da testosterona em di-hidrotestosterona causa reação nos folículos capilares, o que leva a um enfraquecimento dos fios e, consequentemente, a uma interrupção no crescimento.
  • Ferimentos: a alopecia cicatricial acontece quando temos ferimentos que acabam por impedir o crescimento dos pelos em volta da área afetada. Infecções, queimaduras e cicatrizes são alguns exemplos causadores desse tipo.
  • Elementos tóxicos: há ainda a alopecia tóxica, causada por elementos como febre alta ou doenças mais graves. Ela também surge ao consumir remédios que contenham vitamina A, retinoides e tálio. Outras coisas que podem causá-la são o período pós-parto e doenças na tireoide.

A maioria desses tipos de queda severa do cabelo não possui cura. No entanto, ter um acompanhamento médico é essencial para diagnosticar qual o seu tipo e encontrar soluções. O uso de alguns medicamentos, como minoxidil e finasterida, é feito para estimular o crescimento dos fios. Quem busca outra forma de evitar ficar sem cabelos pode recorrer ao transplante.

%d blogueiros gostam disto: