MPF denuncia Lula, Palocci, Odebrecht e mais 6 pessoas na Lava Jato

SÃO PAULO – O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e mais oito pessoas na Operação Lava Jato. São acusados de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, além do petista, Marcelo Odebrecht, Antonio Palocci e Branislav Kontic.

Pelo crime de lavagem de dinheiro, foram denunciados a esposa do ex-presidente, Marisa Letícia, além de Paulo Melo, Demerval Gusmão, Glaucos da Costamarques e Roberto Teixeira.

Esta é a terceira denúncia de Lula no âmbito da Lava Jato e a quinta em 2016, sendo que ele também foi acusado nas operações Zelotes e Janus. Enquanto isso, é a primeira vez que o ex-presidente é acusado formalmente por relações com a Odebrecht pela força-tarefa.

De acordo com os procuradores, ficou constatado que o esquema de corrupção operado contra a Petrobras envolveu a atuação de Lula em favor de interesses econômicos do Grupo Odebrecht, recebimento de vantagens indevidas, pactuadas com Marcelo Odebrecht, ex-presidente da empresa, e Antonio Palocci, ex-ministro da Fazenda.

A força-tarefa diz que parte das propinas pagas pela Odebrecht foi destinada para a aquisição de um terreno na zona sul de São Paulo onde seria construída a sede do Instituto Lula. Além disso, a denúncia também sustenta que foi adquirido com os valores um apartamento vizinho à cobertura onde mora o ex-presidente, em São Bernardo do Campo.

O imóvel está no nome de Glaucos da Costamarques, que, para a acusação, “atuou como testa de ferro de Lula, em transação concebida por Roberto Teixeira”, advogado e compadre do ex-presidente.

Lula


(Roberto Parizotti / Cut)

Créditos: Infomoney

%d blogueiros gostam disto: