Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 6 milhões; veja quanto renderia se aplicado

SÃO PAULO – Sorteado na noite do último sábado (3) em São Gabriel da Palha, no Espírito Santo, o concurso 1882 da Mega-Sena não teve ganhadores na premiação dos seis números, dobrando o prêmio de R$ 3 milhões para R$ 6 milhões. O novo sorteio será realizado na próxima quarta-feira (7).

De acordo com a Caixa Econômica Federal, 25 apostas ganhadoras acertaram a quina e levarão R$ 64.051,30 para casa, enquanto 3.054 apostas acertaram a quadra e levarão R$ 749,03. A arrecadação total do concurso supera os R$ 27 mil.

Os interessados em levar o prêmio de R$ 6 milhões podem fazer as apostas até as 19h do dia 7 de dezembro, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima é de seis números e custa R$ 3,50.

O sortudo que levar o prêmio pode ver sua riqueza aumentar ainda mais, se optar por aplicar os R$ 6 milhões em um CDB (Certificado de Depósito Bancário), por exemplo. Quando comparado com a poupança, o CDB possui os mesmos benefícios de segurança, uma vez que é certificado pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), mas oferece uma rentabilidade 36% maior.

Fernanda Alves, assessora na Praisce Capital, fez os cálculos de rendimento com base em um CDB com 100% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), uma taxa considerada razoável. Levando em consideração que é preciso pagar o Imposto de Renda ao aplicar no CDB, e considerando um investimento a longo prazo, o investidor pagaria 15% de imposto, restando uma taxa de 11,58% ao ano, ou seja, 0,917% ao mês, descontado o IR. Isso renderia ao investidor, R$ 55.200 líquidos mensais.

Caso o dinheiro fosse aplicado na poupança, o investidor receberia uma quantia bem inferior. Considerando os últimos 12 meses e o fato de que as taxas variam, o investidor poderia ter uma taxa de 8,35% a.a., ou 0,67% ao mês, o que daria um rendimento mensal de R$ 40.200.

Fernanda lembra que o FGC cobre investimentos de até R$ 250 mil por banco e, por isso, o investidor teria que diversificar suas aplicações em 24 bancos/emissores diferentes de forma a ter a mesma segurança que a poupança.

 

O sortudo que levar o prêmio pode ver sua riqueza aumentar ainda mais, se optar por aplicar os R$ 6 milhões em um CDB (Certificado de Depósito Bancário), por exemplo. Quando comparado com a poupança, o CDB possui os mesmos benefícios de segurança, uma vez que é certificado pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), mas oferece uma rentabilidade 36% maior.

Fernanda Alves, assessora na Prasice Capital, fez os cálculos de rendimento com base em um CDB com 100% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), uma taxa considerada razoável. Levando em consideração que é preciso pagar o Imposto de Renda ao aplicar no CDB, e considerando um investimento a longo prazo, o investidor pagaria 15% de imposto, restando uma taxa de 11,58% ao ano, ou seja, 0,917% ao mês, descontado o IR. Isso renderia ao investidor, R$ 55.200 líquidos mensais.

Caso o dinheiro fosse aplicado na poupança, o investidor receberia uma quantia inferior. Considerando os últimos 12 meses e o fato de que as taxas variam, o investidor poderia ter uma taxa de 8,35% a.a., ou 0,67% ao mês, o que daria um rendimento mensal de R$ 40.200.

Fernanda lembra que o FGC cobre investimentos de até R$ 250 mil por banco e por isso, o investidor teria que diversificar suas aplicações em 24 bancos/emissores diferentes de forma a ter a mesma segurança que a poupança. 

Mega Sena

Créditos:

Infomoney

%d blogueiros gostam disto: