Instagram anuncia sua sétima grande mudança de 2016; relembre

SÃO PAULO – O Instagram anunciou nesta quarta-feira um recurso que permite salvar postagens em uma pasta secreta para visualizar sempre que quiser. A ferramenta foi apelidada Saved Posts e deixa o app do Facebook um pouco mais parecido com o Pinterest.

No texto de apresentação da novidade, a empresa sugere que usuários salvem “um vídeo engraçado do qual queiram lembrar, uma roupa que gostem ou mesmo uma inspiração para as próximas férias”. Todos os posts salvos ficarão em uma pasta única com acesso privado: a pessoa que publicou aquilo não saberá que foi salvo.

A atualização do app contendo o Saved Posts já pode ser baixada por usuários de iOS e Android, na versão 10.2 do app.

Mudanças radicais

Neste ano, o Instagram investiu pesado em pelo menos sete grandes mudanças de diversas frentes de seu aplicativo.

Em março, a empresa anunciou a controversa mudança na ordem de aparição das fotografias, que de cronológicas passaram a ser mostradas por relevância, como ocorre no Facebook. Junho foi o mês que o Instagram confirmou que essa mudança chegaria aos perfis de todos os usuários.

Já em maio, a companhia apresentou uma reestruturação de seu logotipo, deixando para trás a máquina fotográfica retrô e adotando um visual minimalista e mais colorido.

Posteriormente, passou a permitir a criação de perfis para empresas, que têm ferramentas mais voltadas aos negócios e funcionam como vitrines para as marcas que os adotam. As Business Tools também mostram dados de acesso e de impressões e podem ser solicitadas por perfis com mais de 100 seguidores.

No mesmo mês, foi apresentada a ferramenta de dar zoom nas fotografias publicadas na rede social – mudança pequena, mas muito esperada pelos “instagrammers”.

Sem rodeios, em agosto a empresa anunciou que ficaria mais parecida com o cada vez mais popular Snapchat e lançou o Stories – ferramenta de vídeos e fotos que são destruídos após 24 horas de sua publicação. O conceito de autodestruição também foi aplicado às mensagens diretas, cuja “validade” é definida pelos usuários: pode desaparecer ou não.

Mais recentemente, a rede social disponibilizou também os vídeos ao vivo para alguns de seus usuários – mesma estratégia usada pelo Facebook quando lançou a ferramenta.

Instagram


(Worawee Meepian / Shutterstock.com)

Créditos:

Infomoney

%d blogueiros gostam disto: