Gambiarras, pés no painel: o que irrita os apaixonados por carros

Saiba quais são os dez maiores motivos para o mau humor dos entusiastas da indústria automobilística

Por
Quatro Rodas

access_time

16 dez 2016, 12h22

Dirigir é até fácil. Difícil é lidar com o dia a dia atrás do volante. Quem gosta de carro conhece a dor que algumas atitudes, posturas e comportamentos nos causam, seja maltratando os automóveis, seja criando algum incômodo para sua própria experiência. Você se identifica com alguma dessas situações?

1 – Qualquer tipo de gambiarra

espelho retrovisor gambiarra

Economizar é uma palavra de ordem nos dias de hoje, e entendemos isso perfeitamente. Mas, por favor, não leve isso ao extremo de fazer gambiarras ridículas em seu carro. Como, por exemplo, colocar um espelho convencional no lugar de um retrovisor quebrado. O mesmo vale para aqueles que tentam dar uma de mecânico e mexer em partes que estão sob o capô – nesse caso, é pior ainda, já que você pode gerar uma situação de alto risco enquanto estiver com o carro e movimento.

2 – Apoiar os pés no painel ou no para-brisa

Pés sobre o painel do carro

É o cúmulo. Carro não é rede. Carro não é esteira. Carro não é cama. Carro não é anteparo de pé. Entendido? Mas, além disso tudo, isso é um acinte contra a segurança da pessoa que faz isso. Na eventualidade de uma colisão, sobretudo frontal, a chance de uma lesão séria na coluna é aumentada – pense que seu corpo vai para frente e, se você estiver com o cinto (presumimos que sim), vai hiperestender a coluna de modo totalmente antinatural.

Veja a lista completa do que mais irrita os apaixonados por carros no site de QUATRO RODAS.

Créditos:

VEJA