Fed prevê 3 altas de juros nos EUA em 2017 | EXAME.com

As projeções de evolução dos juros foram incluídas no novo quadro macroeconômico divulgado pelo Fed ao fim de sua reunião de dois dias

Por
Estadão Conteúdo

access_time

14 dez 2016, 17h46 – Atualizado em 14 dez 2016, 18h05

Washington – O Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) decidiu elevar a taxa básica de juros um ano depois do último aperto monetário, que aconteceu em 16 de dezembro de 2015, e sinalizou que deve haver aumentos mais frequentes nos próximos.

De acordo com os dirigentes do banco central, a expectativa é de que aconteçam três apertos por ano até 2019, com as projeções mostrando menos consenso entre os membros do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) sobre ações de juros em 2018.

Nesta quarta-feira, em votação unânime, o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) decidiu elevar os juros em 0,25 ponto porcentual, pulando para a faixa de 0,50% a 0,75%.

Apesar da mudança em relação à política monetária, as percepções sobre crescimento, emprego e inflação não estão muito diferentes das apontadas em setembro.

No aumento de preços, os dirigentes ainda esperam voltar à meta de inflação de 2% em 2018.

O relatório trouxe mais incertezas do que nunca nas previsões para os próximos anos devido à inesperada vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais dos EUA, além de um Congresso mais republicano.

Créditos: Exame