F-Pace é um belo primeiro passo da Jaguar entre os SUVs

Para os fãs ferrenhos da Jaguar, aqueles que têm pôsteres de um F-Type ao lado de um E-Type na parede de casa, a notícia da entrada de um SUV na linha de produtos da marca pode não ter sido muito bem-vinda. Mas o mesmo aconteceu com a Porsche no lançamento do Cayenne e é notável o sucesso que o SUV fez. Mas será que o lado “utilitário” do F-Pace tirou a marca da trilha clássica dos esportivos da Jaguar? Veja o que achamos do modelo na configuração 3.0 S, que custa R$ 406.300.

Leia mais:
Jaguar lança no Brasil seu primeiro SUV: o F-Pace
Os carros com menor desvalorização por categoria 
Veja os carros mais vendidos no Brasil em 1987
Os carros que mais desvalorizaram no Brasil em 2016

Ficha técnica e equipamentos

Por baixo do capô fica um motor 3.0 V6 sobrealimentado por compressor de ar e movido apenas a gasolina. É o mesmo utilizados nas versões mais nervosas do XE, no XF e também nas configurações mais calmas do F-Type. Com o mesmo “DNA”, o motor gera os mesmos 340 cv de potência que aparecem nas demais aplicações. O torque é de 45,9 kgfm. Assim como em diversos modelos tanto da Jaguar quanto da “irmã” Land Rover, o câmbio é automático de oito velocidades da marca ZF, só que o F-Pace oferece tração integral de série.

Nas medidas, são 4,73 m de comprimento, 1,93 m de largura, 1,65 m de altura e 2,87 m de entre-eixos. O porta-malas acomoda até 650 litros de bagagens e o peso dessa configuração, que é a mais completa, é de 1.861 kg. Mesmo com todo esse tamanho, a Jaguar declara que a aceleração de 0 a 100 km/h acontece em 5,8 segundos, sendo que a velocidade máxima é de 250 km/h.

A lista de itens de série é obviamente extensa, mas, entre os destaques, vale ressaltar a tela central multimídia com navegação por GPS, câmera de ré e conectividade via Bluetooth e USB, o interior de couro bicolor, as rodas de liga leve de 20 polegadas, o ar-condicionado automático de duas zonas, o tampão traseiro com acionamento elétrico, o teto-solar elétrico, sensores de estacionamento traseiro e dianteiro e os faróis de xenônio direcionais.

Confira a ficha técnica completa de toda a linha Jaguar F-Pace
Veja ofertas de Jaguar em sua cidade

É muito mais que um Land Rover

Se a Land Rover é especialista em SUVs e pertence ao mesmo grupo que a Jaguar – a Jaguar-Land Rover, não é difícil imaginar que o F-Pace seja apenas uma variação de alguma plataforma já existente na Land Rover. Não é.

Na verdade, o F-Pace tem muito mais a ver com os sedãs XE e XF do que com um Range Rover Sport, por exemplo, pois é dos modelos de três volumes que saiu a plataforma do SUV da Jaguar.

Claro que no interior alguns componentes são comuns, mas isso acontece com qualquer produto tanto da Jaguar quanto da Land Rover. Desde maçanetas e alavancas de seta ao motor, câmbio e central multimídia, vários itens são facilmente reconhecidos.

Chega a ser desnecessário comentar o acabamento do Jaguar, com arremates certeiros e boa escolha de materiais. Apenas a combinação de vermelho com preto pode não agradar a todos, mesmo tendo um forte apelo esportivo. O isolamento acústico só deixa passar o mínimo de ruído necessário para lembrar o motorista de que ele não entrou numa bolha e o espaço comporta bem até quatro adultos. Dá pra levar cinco, mas quem for lá atrás, no assento do meio, não vai ficar tão confortável quanto os demais.

Mesmo sem ter o sistema de suspensão pneumática, os amortecedores e molas convencionais do F-Pace filtram bem as imperfeições do asfalto e a maior altura em relação ao solo dá mais confiança para a aventura urbana repleta de lombadas, buracos e valetas.

“Então não tem a pegada de um Jaguar”, vocês pensaram. E estão errados. Considerando o peso e o tamanho do veículo, que está exatamente entre um Discovery Sport e um Range Rover Sport, o rolamento da carroceria é mínimo e facilmente controlável nas mudanças de direção. O motor empurra bem todo o conjunto. Dentro da cidade, até sobra potência demais e usar os modos de condução mais esportivos é um pedido para se tomar uma multa sem perceber.

No final das contas dá pra desfazer com certeza ao menos dois mitos sobre o F-Pace: com certeza não é um Land Rover e não macula de forma alguma todo o legado esportivo da Jaguar. Parece até que o produto tem nome e endereço: o fã dos esportivos Jaguar que, pelas circunstâncias da vida, viu-se na necessidade de ter um SUV. Se você é essa pessoa, bem-vindo ao primeiro SUV da Jaguar.

 

 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)

Instagram (instagram.com/icarros_oficial)

YouTube (youtube.com/icarros)

 

Créditos: ICARROS

%d blogueiros gostam disto: