F-1: Massa pode voltar e substituir Bottas na Williams em 2017

Jornal diz que saída de finlandês para a Mercedes poderia fazer brasileiro desistir de aposentadoria

access_time

15 dez 2016, 16h25

Felipe Massa pode voltar a pilotar um carro de corrida já no ano que vem. E defendendo justamente a Williams na Fórmula 1. O jornal L’Equipe revelou que o time de Grove teria pedido a Massa que adie sua aposentadoria em um ano, como forma de compensar a possível saída de Valtteri Bottas para a Mercedes.

LEIA TAMBÉM:

>> F-1 faz resumo incrível da temporada com cara de videogame 8-bits

>> Nico Rosberg surpreende e anuncia aposentadoria da Fórmula 1

>> Patrocinador não renova com Sauber e ameaça futuro de Nasr na F-1

Desesperada para arranjar um novo piloto após o surpreendente anúncio da aposentadoria de Nico Rosberg, a equipe alemã analisa cuidadosamente as poucas opções disponíveis no mercado – e os nomes empregados também. Entre todas elas, Bottas seria um dos candidatos mais fortes à vaga de companheiro de Lewis Hamilton, justamente por sua experiência na categoria – algo que ainda falta a Pascal Wehrlein, por exemplo.

A Williams, por sua vez, teme que a saída de Bottas prejudique o desempenho do time na temporada 2017. Além das mudanças radicais previstas no regulamento da F-1 a partir do ano que vem, o segundo piloto da equipe é o novato Lance Stroll, de apenas 18 anos – daí a necessidade de contatar o experiente Felipe, ambientado tanto à equipe quanto às peculiaridades da categoria.

Para não sair com um prejuízo ainda maior se liberar Bottas, a Mercedes teria prometido conceder um desconto de 10 milhões de euros à Williams na compra dos motores para o ano que vem – a equipe inglesa é uma das clientes da Mercedes-Benz na F-1.

Créditos: Quatro Rodas