Del Nero banca viagem e camarote para agradar eleitores da CBF – 11/10/2017 – Esporte


Publicidade

O presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Marco Polo Del Nero, convidou presidentes das 27 federações, além de mandatários dos clubes da Série A e B do Brasileiro, para acompanhar a vitória do Brasil, por 3 a 0, sobre o Chile, nesta terça-feira (10), no Allianz Parque, pela última rodada das eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo.

A Folha apurou que dezenas de cartolas aceitaram o convite, entre eles os presidentes do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, e do Flamengo, Eduardo Bandeira. Representantes do CSA, Fortaleza, Sampaio Correa e São Bento, que conquistaram neste ano o acesso para a segunda divisão Nacional, também estiveram na partida.

O mandatário da CBF não admite oficialmente que será candidato à reeleição, mas trabalha nos bastidores. Ele deseja realizar o pleito em abril, antes da Copa de 2018.

Em março, a CBF ampliou o seu colégio eleitoral com a inclusão dos 20 clubes da Série B do Brasileiro na eleição. A entidade, no entanto, fechou com os presidentes de federações a inclusão de um artigo que mudou o peso dos votos.

Pela nova regra, o voto de cada uma das 27 federações terá peso três. Já os times da Série A vão ter peso dois. Os clubes da Série B, por sua vez, ficaram com peso um.

Neste caso, as federações permanecerão como maioria. No total, os cartolas estaduais terão 81 votos contra 60 dos clubes.

Por lei, a CBF era obrigada a incluir os times da Série B na eleição. Na escolha do paraense Antonio Carlos Nunes, o coronel Nunes, como vice, já houve participação desses times no final de 2015.

Até o pleito de 2014, quando Del Nero foi eleito, a escolha do presidente tinha 47 votos (27 de federações e 20 de clubes da primeira divisão, sem distinção de peso entidades e equipes).

Quando ampliou o seu colégio eleitora, a CBF manteve uma regra que obriga o candidato ao comando da entidade ter o apoio de oito presidentes de federações para lançar uma chapa.

Essa cláusula praticamente inviabiliza a candidatura de um candidato de oposição.

As federações dependem da ajuda de custo da CBF para sobreviver. A entidade comandada por Del Nero repassa cerca de R$ 50 mil mensais para cada uma delas,

O cartola é acusado pelo FBI de se beneficiar do esquema de propina na venda de direitos de torneios no exterior e no país. Desde maio de 2015, não viaja ao exterior com temor de ser preso. Ele diz que não sai do país por “segurança jurídica”.

Créditos: Folha

%d blogueiros gostam disto: