Concessões de energia geram R$ 16 bilhões para o governo — Governo do Brasil

Leilões de blocos de petróleo e gás e de quatro usinas hidrelétricas apresentaram resultado melhor que o esperado


por Portal Brasil


publicado:
27/09/2017 20h37


última modificação:
03/10/2017 15h57

Cerca de R$ 16 bilhões vão ingressar nos cofres públicos em função do programa de concessões na área de energia. Em leilões realizados nesta quarta-feira (27), os resultados obtidos foram avaliados como melhores que o esperado por integrantes do mercado financeiro e pelo governo, com ágio em todas as operações.

Somente no leilão de quatro usinas hidrelétricas da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), o ágio chegou a 9,37% sobre o lance mínimo. Agora, as usinas hidrelétricas de São Simão (GO/MG), Jaguara (MG/SP), Miranda (MG) e Volta Grande (MG/SP) serão operadas pela iniciativa privada nos próximos 30 anos.

Maior usina do pacote, a hidrelétrica de São Simão foi arrematada pela chinesa State Power Investment Group, enquanto as usinas de Jaguara e Miranda serão operadas pelo consórcio Engie Brasil. Já a usina de Volta Grande ficou com a Enel Brasil.

De acordo com as regras previstas no edital, o leilão dos projetos ocorreu simultaneamente. O vencedor foi o que ofertou o maior valor de outorga (ou contribuição fixa inicial, que soma o valor mínimo do leilão e o ágio ofertado). Esse valor será pago na assinatura dos contratos.

Pelas redes sociais, o presidente da República, Michel Temer, avaliou os resultados como positivos para o País.

 

Investimentos no Brasil

O segundo leilão do dia, a 14ª rodada de licitações de óleo e gás, reforçou essa avaliação de que o Brasil tem a confiança dos investidores e retomou o ritmo de crescimento. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, (ANP), 37 blocos foram arrematados por 17 empresas, sete delas estrangeiras. Com essa operação, R$ 3,8 bilhões entraram nos cofres públicos.

Para o diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o resultado foi histórico. “Um dia histórico do setor de petróleo e gás no Brasil. Esse leilão representa o início da retomada de investimentos, após a maior crise que esse setor já passou no Brasil”, afirmou.

A volta da confiança

Segundo o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, os números mostram que há uma retomada da economia e que a política do governo começa a dar frutos ao criar o ambiente adequado para a atração dos investimentos estrangeiros.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Fazenda, da Casa Civil, da Secretaria-Geral da Presidência, do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e Aneel e da ANP

Créditos:

Portal do Brasil

%d blogueiros gostam disto: