Com metodologia inovadora, Espaço da Arte consolida modelo que une educação, empreendedorismo e arte

Fazer da arte uma forma de viver, trabalhar, educar. O Espaço da Arte, associação fundada há 12 anos no Rio Grande do Sul, conseguiu unir o que muitas vezes parece difícil. Com uma metodologia própria e inovadora, a entidade usa a arte para transformar a vida de milhares de pessoas sem abrir mão de um modelo de negócio sustentável. Já foram mais de 9 mil alunos, de um projeto que já passou por 36 cidades e atualmente está em 14 municípios. A maioria deles, situados no interior do Rio Grande do Sul.

Idealizado pelo empreendedor do ramo artístico, Fernando Tepasse, o Espaço da Arte possui uma metodologia descentralizada e com diferentes frentes de atuação. Nas oficinas de teatro e dança, realiza parcerias com órgãos públicos, associações e entidades. Com isso, consegue levar suas aulas mesmo a pequenas comunidades, que têm acesso aos cursos com custos subsidiados. “Atendemos desde crianças a partir de seis anos até adultos. Nosso objetivo não é formar profissionais, ainda que isso aconteça, mas sim trabalhar o desenvolvimento integral do ser humano a partir da arte”, explica Tepasse.

A partir das oficinas, o Espaço da Arte também trabalha na criação de espetáculos temáticos para empresas, órgãos públicos, escolas e associações. “São peças de teatro com uma temática específica que pode ser a valorização do trabalho em uma determinada empresa, ações de saúde e educação para prefeituras e entidades, dentre outras iniciativas”, ressalta o fundador. Nesse eixo de trabalho, o Espaço da Arte tem sido responsável por ações de conscientização sobre temas como Aids, Bullying, uso indevido de drogas, incentivo à socialização, e outras situações sensíveis à sociedade, ampliando seus campos de atuação para além da educação e da cultura.

ARTE QUE TRANSFORMA – O mote central do trabalho do Espaço da Arte é utilizar a arte como forma de transformar a vida das pessoas. Nesse eixo se integram todas as ações desenvolvidas pela entidade. “É uma visão global daquilo que a arte pode oferecer nos mais variados níveis e educação desenvolvimento humano. É utilizar a arte para promover reflexões, mudanças de paradigmas, conscientização. É isso que as entidades com as quais temos parcerias procuram no Espaço da Arte, e é isso que diferencia a nossa metodologia”, destaca Tepasse.

Nesses 12 anos de atuação, o trabalho do Espaço da Arte se consolidou a partir da união da arte, pensada a partir de uma concepção que tem base no respeito, no carinho e no comprometimento com as pessoas, com o profissionalismo. Indo além daquilo que tradicionalmente se oferece, a entidade se envolve em projetos que possibilitam ao aluno uma transformação na forma como ele enxerga a vida, criando laços de carinho, ampliando horizontes a partir da arte. Eventos como retiros e Encontro da Arte levam o participante a formar laços de pertencimento a um grupo, a uma causa. “Nós atuamos de uma forma completamente descentralizada, mas integrada em todos os seus níveis em um processo que usa a arte como mecanismo de autoconhecimento, de integração entre as pessoas e a conscientização para uma vida plena”, observa Tepasse.

ESPAÇO DA ARTE – O Espaço da Arte é uma associação sem fins lucrativos, fundada por Fernando Tepasse em março de 2004, na cidade de Bom Princípio. Tem como missão utilizar a arte-educação como instrumento de socialização, desenvolvimento humano e artístico, realizar projetos e ações em saúde e assistência social através da arte, criar e produzir espetáculos e eventos culturais. Já atuou em 36 cidades do RS, com oficinas de teatro e dança, para mais de 9 mil alunos, desde sua fundação. Hoje está presente em 14 municípios gaúchos, em Porto Alegre, região metropolitana, Vales do Caí, Sinos, Taquari e Serra, contando com mais de mil alunos e atuando de maneira descentralizada, em parceria com prefeituras, entidades, organizações e iniciativa privada.

Créditos: Infomoney

%d blogueiros gostam disto: