Chiara Ferragni: Uma “influenciadora” italiana de sucesso

Se há alguém que pode ser considerado um fenómeno de popularidade nas redes sociais no que toca à influência que exerce através do seu estilo é Chiara Ferragni. Tudo começou em 2006, quando começou a publicar fotos nas quais mostrava os seus looks e algumas curiosidades do seu dia a dia. A figura esbelta, as pernas longilíneas e os olhos azuis expressivos não passaram despercebidas e em pouco tempo tudo o que vestia virava tendência. Rapidamente se tornou uma referência no Instagram, onde conta hoje com 10,5 milhões de seguidores, e no Facebook, onde tem mais de 2,4 milhões de fãs, isto sem falar no milhão de visitas mensais que tem no The Blond Salad, que, mais do que um blog, é já um negócio. Tudo parece ter acontecido de forma mais ou menos irrefletida, mas a verdade é que Chiara, hoje com 30 anos, ganhou o título de it girl e influenciadora no meio digital.
Nas semanas da moda de Paris, Milão e Nova Iorque, a italiana – que nasceu a 7 de maio de 1987 em Cremona, nos arredores de Milão – voltou a fazer furor com as suas opções. E foi uma verdadeira montra do que se vai usar esta estação: rendas, transparências, pelo, botas acima do joelho, carteiras de mão e, claro, vermelho, a cor deste outono/inverno. Algumas conjugações foram inusitadas, outras menos arrojadas. E estas páginas espelham bem o motivo que leva marcas como a Chanel, a Yves Saint Laurent, a Dior ou a Fendi quererem ter o seu nome associado ao de Chiara.

Créditos: Caras – PT

%d blogueiros gostam disto: