CEOs do Vale do Silício tentam se entender com Trump em reunião | EXAME.com

No encontro, as numerosas divergências entre Trump e as empresas podem ser deixadas de lado em favor de prioridades comuns, disseram fontes

Por
Reuters

access_time

14 dez 2016, 17h44 – Atualizado em 14 dez 2016, 18h09

Washington – O presidente-eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, e executivos do Vale do Silício têm uma chance de aparar arestas em reunião desta quarta-feira, em sua torre em Manhattan, após ambos os lados não esconderem durante a campanha presidencial o desdém que nutrem um pelo outro.

No encontro, as numerosas divergências entre Trump e as empresas de tecnologia– incluindo imigração, relações comerciais com a China e outras nações e privacidade digital — podem ser deixadas de lado em favor de prioridades comuns, disseram fontes.

“Se ele reformar o código tributário, reduzir a regulamentação e negociar melhores acordos comerciais, a comunidade tecnológica dos EUA estará mais forte e competitiva do que nunca”, disse em comunicado a presidente-executiva da Oracle, Safra Catz, que participará da reunião.

Astros de grandes empresas de tecnologia, incluindo Tim Cook, da Apple, Sheryl Sandberg, do Facebook e Elon Musk, da Tesla Motors, vão se reunir com Trump em meio a preocupações com a política do presidente eleito em relação à China, um mercado crucial para o Vale do Silício.

Outros participantes que devem participar do encontro são Larry Page and Eric Schmidt, da Alphabet, Jeff Bezos, da Amazon.com, Satya Nadella, da Microsoft e Ginny Rometty, da IBM, disseram fontes.

Créditos: Exame

%d blogueiros gostam disto: