BC: Alimentos e serviços vão abrandar em 2017 e juro pode cair mais

SÃO PAULO  –  Os preços dos alimentos devem continuar desacelerando a alta no ano que vem, o que reforça o ambiente de melhora de expectativas de inflação e abre espaço para mais afrouxamento monetário, disse nesta quarta-feira o diretor de Política Econômica do Banco Central (BC), Carlos Viana.

Também a desinflação no setor de serviços deve ser retomada, disse ele, após uma “pausa” recente.

Viana lembrou que, na última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em novembro, houve discussão sobre uma intensificação do ciclo de alívio monetário, baseada na evolução “favorável” da inflação e na piora da perspectiva para a atividade econômica.

“Se não houver melhora de expectativas econômicas é razoável esperar intensificação do afrouxamento monetário”, disse Viana, que participou de seminário em São Paulo.

Créditos:

Valor

%d blogueiros gostam disto: