Barcelona aceita pagar multa de R$ 150 milhões por Paulinho – 12/08/2017 – Esporte


Publicidade

O Barcelona aceitou pagar a multa de Paulinho para tirar o jogador do Guangzhou Evergrande. O pagamento da multa foi confirmado pelo técnico Luiz Felipe Scolari, técnico do time chinês, e por representantes do atleta.

Por isso, Paulinho nem foi relacionado para o jogo deste domingo (12). Para que a contratação seja oficializada pelo clube, restam apenas trâmites burocráticos.

O clube espanhol ainda pressiona representantes de Paulinho para contar com o meia Philippe Coutinho, que possui o mesmo representante. O Barcelona quer esforço da parte do estafe do jogador já que se dedicou na contratação do volante.

Para contar com o futebol do jogador da seleção brasileira, o Barcelona desembolsará 40 milhões de euros (aproximadamente R$ 150 milhões). O valor é a multa rescisória do atleta.

A informação da transferência foi publicada em primeira mão pelo jornal Daily Mail. Paulinho já era alvo do Barcelona desde antes da venda de Neymar, mas os chineses estavam resistentes na negociação.

O Barcelona ainda busca uma saída para que a transferência seja feita pelo valor da multa, mas sem a necessidade da rescisão contratual. Desta maneira, ele evitaria alguns impostos.

Ao concretizar a negociação, Paulinho voltará para o futebol europeu onde não fez muito sucesso. Depois de ser destaque no Corinthians, ele foi para o Tottenham, da Inglaterra, onde jogou entre os anos de 2013 e 2015.

Paulinho é um dos destaques da equipe chinesa comandada pelo técnico brasileiro Felipão. Atualmente, a equipe vermelha defende o título do Campeonato Chinês e a Copa da China, onde recém-classificou para as semifinais.

CORINTHIANS FATURA

A movimentação irá remunerar não apenas o Guangzhou Evergrande-CHN, equipe defendida até então pelo volante brasileiro. Corinthians, Juventus, Bragantino e Audax, além de duas equipes europeias, têm direito à cláusula de solidariedade aos clubes formadores que repartem 5% do valor total do negócio.

O cálculo do site especializado Rede do Futebol indica que o Corinthians ficará com 0,86% pelo período em que abrigou Paulinho. Isso representa R$ 1,298 milhão.

A maior quantia, porém, será reservada ao Audax Osasco, clube que adquiriu o extinto Pão de Açúcar, em que Paulinho atuou por quase todo o período de divisões de base. A equipe presidida por Vampeta tem direito a 1,75% do negócio, cerca de R$ 2,642 milhões.

O Juventus, com R$ 187 mil (0,124%) e o Bragantino, com R$ 628 mil (0,416%) também serão beneficiados. Lódzki Klub, da Polônia, e o FC Vilnius, da Lituânia, ficam respectivamente com R$ 566 mil e R$ 718 mil.

A cláusula de solidariedade ao clube formador é estipulada para todas as equipes que receberam um atleta alvo de transferência internacional entre os 12 e os 23 anos.

Créditos: Folha

%d blogueiros gostam disto: