5 dicas para a festa de final de ano da empresa

Depois de um ano repleto de desafios e muito trabalho, chega o momento em que as empresas e seus funcionários podem finalmente relaxar e celebrar os resultados alcançados.

Entretanto, apesar do clima de descontração que toma conta de todos, é importante que o colaborador  mantenha um comportamento adequado e evite se expor durante a festa de final de ano. Afinal, apesar de ser uma comemoração, com música e bebida, ela remete ao ambiente corporativo e reúne colegas e superiores.

Em eventos desse tipo, é comum ver funcionários extrapolando na alegria e adotando comportamentos não condizentes com o esperado. E é exatamente aí que mora o perigo: a diversão exagerada na festa pode se tornar um constrangimento no dia seguinte. “A festa é uma extensão do ambiente de trabalho, logo, o profissional não deve fazer nada que não faria dentro da empresa”, alerta Cláudia Ajbeszyc, gerente de RH da Locaweb, empresa que fornece serviços de internet.

Segundo Cláudia, para evitar saias-justas é necessário ter em mente que, mesmo sendo um dia atípico, o encontro é corporativo. Por isso, “roupas, consumo excessivo de álcool e postura devem estar entre as preocupações dos colaboradores”.

A gerente separou 5 cuidados que todo profissional deve ter para curtir a festa e confraternizar com os colegas sem correr o risco de virar o assunto do dia seguinte. Confira!

1. Cuidado com o look

O dia da festa não é a melhor oportunidade para liberar seu lado extravagante. Para as mulheres, roupas muito curtas, transparências e decotes podem ser evitados. No caso dos homens, bermudas, regatas e outras peças que deixem o visual muito informal estão fora de cogitação (proibido é uma palavra muito forte). Um look esporte-fino é uma aposta mais certa para esse tipo de ocasião, mas claro que isso depende do porte da empresa e clima/tema da festa.

2. Aprecie com moderação

Chegar numa festa open-bar é sempre uma tentação. Nas confraternizações, os funcionários têm à sua disposição os mais variados tipos de bebida alcoólica, mas é importante evitar os exageros. Muitas festas acontecem durante a semana, então lembre-se: não deixe a diversão da noite atrapalhar o rendimento do dia seguinte. Aproveite com moderação as bebida e comidas oferecidas na festa e divirta-se, sem criar arrependimentos.

3. Olha o xaveco!

Apesar do clima de festa ser favorável para flertes, o evento é corporativo e todos da empresa estarão presentes, incluindo gestores e diretores. Demonstrações de carinho exageradas geram burburinhos entre os colegas de trabalho e podem não ser vistas com bons olhos. A paquera não é proibida, mas deve acontecer com discrição e bom senso.

4. Quem não é visto, não é lembrado

A festa da empresa é um evento social e os colaboradores não são obrigados a comparecer, mas marcar presença é sempre de bom tom. Mesmo não sendo um momento de trabalho, é também uma oportunidade para que equipes e gestores se conheçam melhor, o que no futuro pode contar a favor do funcionário na hora de uma possível promoção, por exemplo. Afinal, além da competência no trabalho, é importante ser conhecido na empresa.

5. As paredes têm ouvidos

As comemorações de fim de ano podem ser uma boa oportunidade para colocar o papo em dia, mas cuidado! A conversa durante o evento não pode virar um “muro das lamentações”. Quem passa a noite reclamando do chefe ou da empresa, além de se tornar o chato da festa, pode ser ouvido por outros colegas de trabalho ou pior, pelo próprio chefe. Evite assuntos que possam criar situações delicadas, afinal, mesmo que o evento tenha como objetivo comemorar resultados, a diversão e a interação saudável entre os colaboradores são o grande foco.

Créditos: Catho

%d blogueiros gostam disto: